Vamos ficar! Por James Ratiere

Por James Ratiere para Desacato.info

Sinto-me empolgado, são muitos estudantes reunidos, eles querem, eu quero, mas muitos não. Não o quê, James? Não querem a soberania deste lindo país, não querem a ciência sendo estudada e desenvolvida por nós, sim, nós: pretos, pobres, latinos de “um país de terceiro mundo em desenvolvimento”, como diziam nos livros e Estudos Sociais da minha infância.

Conheça mais sobre a Novembrada, acontecimento que foi um marco na luta contra a ditadura militar no Brasil. E aconteceu em Santa Catarina! Saiba mais em https://www.catarse.me/quarenta

O status quo neocolonial ainda está impresso na cultura dessas pessoas que vendem nossas riquezas, as que queremos investidas em saúde e educação. Eles são a minoria, digo os líderes, a burguesia, os que detêm a maior parte de nosso dinheiro. Eles nasceram em privilégios, tiveram todas a possibilidades de opções para escolher. Nós matamos um leão por dia para conseguir trabalhar pra comer, e ainda se graduar, receber ao final de 4 ou 5 anos um canudo e dar orgulho a quem nos criou.

São esses que não entendem nossa revolta, nossas reivindicações, nossas palavras de ordem. São esses que tentam com afinco desmoralizar nossos feitos e conquistas e rebaixar a imagem dos nossos movimentos e atitudes. Nos chamam de massa de manobra, de partidarizados, de vagabundos, maconheiros e outras coisas a mais. Criminalizam nossos atos, criminalizam nossos corpos.

Há um perfil para se estar na universidade, há um corpo perfeito para ocupar os espaços daqui, deste lugar onde seria a casa do povo. Olho em volta e vejo-nos quebrando esses esteriótipos, isso os revolta, pois gradativamente quebramos suas ideias e como um irmão muito bem falou esses dias em uma conversa, “botamos fogo de forma epistemológica” naquilo que eles têm como verdade absoluta.

Na verdade, a maior revolta deles é não nos calar, é seguir em frente mesmo a toda essa ruína que querem causar em nossa universidade.

É aqui, na casa onde se formam as leis, onde muitos deles não nos representam, que lutaremos, gritaremos e juntos, unidos, vamos impedir de destruírem o que custou muitas vidas, muito sangue derramado, muita tortura para ser construído. Nosso espaço de debate são as idéias e essas eles não tem como quebrar.

 _

James Ratiere é estudante de Jornalismo e escritor nas horas vagas desde os 14 anos.

A opinião do/a autor/a não necessariamente representa a opinião de Desacato.info.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.