Universo Paralelo em Florianópolis

Por Thaís Teixeira.

Dia 25 de junho, segunda-feira. O relógio em frente à Catedral Metropolitana de Florianópolis marcava 15h e ao lado dele um gigante e curioso carro estava estacionado. Crianças chegavam aos montes, jovens, adultos e idosos paravam intrigados com aquele alvoroço todo. O espetáculo Automákina, Universo Paralelo proporcionou por 50 minutos uma viagem fantástica e divertida ao público presente.

Trazidos pelo 6º Festival Internacional de Teatro, o grupo de Teatro De Pernas Pro Ar, natural de Canoas, Rio Grande do Sul, trouxe à Florianópolis toda a magia desse espetáculo. Pensada, planejada e construída pelo ator Luciano Wieser a peça foi edificada a sob o olhar do personagem como arquiteto e construtor de seu próprio mundo.

_ Tudo é fruto de muitas coisas da infância, está ligado à construção de engenhocas, de um triciclo gigante, explica Luciano.

A mistura de sons, ruídos, efeitos, músicas e impactos visuais dispensam o texto falado. O público entra no mundo solitário do personagem que carrega o mundo com aquele triciclo e suas engenhocas, bichos e imagens. A mistura da linguem corporal também dá o toque especial à peça e ajuda a ter percepções e sensações durante os 50 minutos.

Jackson Zambelli, diretor e produtor de Automákina, diz que as pessoas que vão ao espetáculo procuram perceber as sensações causadas pelos efeitos visuais e sonoros. O carro gigante que roubou a cena no Centro de Florianópolis teve um longo tempo de criação, de onde nasceu engenhocas funcionais, bonecos manipulados por fios ou automaticamente, instrumentos musicais adaptados e criado.

_ A concepção do espetáculo durou três anos, e essa é a primeira vez que ele vem a Floripa, conta Jackson.

A peça já teve mais de 50 apresentações e participações em festivais nacionais como o recente Festival de Teatro Brasileiro em Brasília.

6º FITA Floripa

Há seis anos que o Festival Internacional de Teatro de Animação traz à Santa Catarina companhias de teatro. Com a linguagem da animação, do lúdico, das sensações os bonecos gigantes, as sombras, fitas coloridas, máscaras e mais uma penca de objetos dá vida ao FITA. Com o objetivo de trazer o moderno, inventivo e mexer com as estruturas ele mostra toda a sua irreverência. O 6º FITA Floripa teve início no último sábado, 23 de junho e segue com apresentações diárias até o dia 30 de junho. Confira a programação completa.

Fotos: Thaís Teixeira

Fonte: http://estopim-online.blogspot.com.br/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here