Uma oportunidade para conhecer o trabalho de jovens artistas curitibanos

Trabalho de Matheus Hartman. Imagem: Acervo Pessoal

No Departamento de Artes da Universidade Federal do Paraná, os alunos do curso de Artes Visuais conseguem aproveitar a presença de professores artistas e os ateliês da instituição para se desenvolver em diversas linguagens: gravura, pintura, escultura, desenho, video-arte.

Desde quarta-feira, dia 28 de novembro, quem visita a Galeria DeArtes, dentro da Universidade, pode conhecer a produção de alunos que passaram os últimos 4 anos procurando desenvolver uma linguagem de trabalho pessoal e profissional.

A exposição Considerações Finais mostra trabalhos de alunos do curso de bacharelado. A mostra é resultado do TCC em Poéticas Visuais, que é como um Trabalho de Conclusão de Curso voltado para a prática artística em que o aluno deve desenvolver e justificar sua poética.

Para um artista, a poética é como sua linha de trabalho dentro do mundo das artes. Representa o conjunto de temas, práticas, intenções, referências e diálogos com o mundo exterior que estão contidos em seus trabalhos.

O texto de divulgação da exposição dá uma ideia do que os trabalhos representam para os respectivos artistas:

“Em uma pesquisa em poéticas, as Considerações Finais representam a conclusão de uma trajetória, porém também abrem caminho para novos percursos a serem explorados. Assim, os trabalhos aqui apresentados reúnem a produção resultante das diversas pesquisas poéticas realizadas no ano de 2018.”

Abaixo, trazemos algumas das obras que podem ser conferidas na exposição e falamos um pouco sobre o trabalho de alguns artistas.

Departamento de Artes da UFPR
O Departamento de Artes da UFPR, onde acontece a exposição. Imagem: ufpr.br.

Alguns dos artistas

Vamos começar falando de Cristine Siqueira, jovem artista que nasceu em Sorocaba (SP). Cris trabalha com retratos, criando figuras preenchidas com espessas camadas de tinta a óleo formando áreas sólidas e que assim possuem uma forte presença na composição como um todo.

Cris Siqueira e seus trabalhos
Cris Siqueira e seus trabalhos. Imagem: Jean Alisson.

Para um artista, a poética é como sua linha de trabalho dentro do mundo das artes.

Em seu trabalho, Cris fala dessa ambiguidade que existe em todos nós, das facetas que nos formam e que, quando vistas separadamente, não parecem fazer muito sentido, mas que juntas compõem aquilo que chamamos de “eu”.

Segundo ela, uma grande referência para sua série foi o livro Um Rosto de um Outro, de Kobo Abe, que conta a história de um cientista que perde as características físicas de seu rosto e, na tentativa de reconstruir sua imagem, passa a perceber como a aparência e personalidade são extremamente interligadas.

Jovens artistas Curitiba
Trabalho de Cris Siqueira. Imagem: Acervo Pessoal.

Outro artista que está na exposição é Matheus Hartman. Seu trabalho está num limite entre o que comumente consideramos como “figuração” e “abstração”.

Jovens artistas Curitiba
Trabalho de Matheus Hartman. Imagem: Acervo Pessoal.

Mas a principal discussão no trabalho de Matheus está em suas referências. Ele olha principalmente para as paisagens, encarando-as não apenas como elementos físicos, mas que também podem ser psicológicos quando associados à memória.

Assim como já fizeram artistas como Gerhard Richter – que, inclusive, é referência nos trabalhos de Matheus -, ele une fotografia e paisagem, discutindo visualmente a relação entre aqui/agora e passado, entre lugar físico e lugar mental (memória).

Jovens artistas Curitiba
Trabalho de Matheus Hartman. Imagem: Acervo Pessoal

As paisagens de Matheus são como visões fugidias, imagens que correm, escorrem, e, quando parecem lembrar algo familiar, vão embora. Sua pintura, assim, atua como uma tentativa de lembrar de algo distante, difícil de acessar – mas que está lá.

Mais trabalhos de Matheus estão no seu portfólio online.

Jean Alisson, outro artista da mostra, trabalha muito próximo ao estilo do surrealismo pop, em que um universo fantástico é criado através de muitas cores contrastantes e figuras conhecidas do nosso cotidiano. Suas composições tem um quê de absurdo, mas que parece totalmente crível quando exposto para nós.

JOvens artistas Curitiba
Trabalhos de Jean Alisson. Imagem: Acervo Pessoal.

A atmosfera que Jean materializa em seus trabalhos lembra o mundo dos sonhos, ao mesmo tempo que também lembra uma realidade alternativa do mundo da publicidade e propaganda, com suas embalagens coloridas, imagens apetitosas e frases chamativas.

Mais de seus trabalhos pode ser conferido no perfil do Instagram @jeanjean.art .

Ao todo, a mostra reúne o trabalho de nove artistas, todos que estão concluindo sua vida acadêmica e consolidando sua produção artística.

Fica a oportunidade de conhecer de perto no que estão trabalhando estes jovens artistas curitibanos e o que podemos esperar deles no futuro.

SERVIÇO | Mostra Considerações Finais

Onde: Galeria DeArtes – Rua Coronel Dulcídio, 638 (no Departamento de Artes da UFPR);
Quando: de 28 de novembro até indefinido;
Quanto: Gratuito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.