Uma casa que suspira

Por Rosangela Bion de Assis, para Desacato.info.

Preguiçosamente, nas tardes de primavera.

Enquanto o lagarto se aquece e as orquídeas desabrocham.

Uma casa que acorda cedo, quando os primeiros raios tocam as venezianas de madeira e as flores do espinheiro.

E dorme cedo, quando as velas na varanda se renderam aos encantos das suculentas.

Uma casa que cochila quando dá preguiça e as folhas do Imbé amarelam.

Uma casa que acende artificialmente mesmo que a lua apareça e as formigas teimem em carregar o hibisco.

Uma casa que transborda de cores e aromas porque alguém pinta o que desbota, poda o que cultiva, conserta o que pendura, lava o que o limo ocupa, canta quando o frio chega.

Vasos caminham, bancos de pedra chegam, bancos de madeira de despedem.

Uma casa em que o silêncio têm um rápido cheiro de fogueira, misturado com jasmim; em que tons de verde se encostam, se sobrepõem e se apertam.

Uma casa de frente para o lado.

De fundos para o Osmarino.

De lado para a Capinzeira.

Outro lado para o canteiro de estrela, que nem existe mais.

De canto para o escultura dos Adoradores do Sol.

Uma casa fincada na terra mole, demarcada no outono, erguida no inverno mais seco, decorada na primavera com canteiros de alamandra.

Uma casa que não parou com o tempo, mas chamou ele pra tomar café com a cuca do Silica. O tempo fez que não ouviu e deixou crescer a menina que não dorme mais abraçada com a Susi e pediu um sapato de salto.

Uma casa que reúne muitos, só nós dois, muitos gatos, só uma, muitas laranjeiras, só restou uma.

Uma casa que quando o tijolinho de barro desbotar e todos os tons já tiverem sido experimentados nas paredes de concreto retornará para a cor original.

Uma casa que vai se despedir de todos e um dia, no futuro, desconhecerão os que plantaram as árvores do pomar e descartarão as fotos de viagem que enchem as paredes.

 

Rosangela Bion de Assis é jornalista, poetisa e presidenta da Cooperativa Comunicacional Sul.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.