Um Retrato que Transborda

Imagem: James Ratiere

Entre gritos e palmas, um sorriso emocionado olha toda aquela plateia em pé ovacionando um sonho tão querido. Ela segura a emoção divertindo-se em cada swing do tambor que ecoa no teatro acompanhando sua voz.

A cena é essa, mulher preta, lésbica e guerreira, de um talento que expande ao quatro ventos quando abre a boca pra entoar músicas de amor e luta como ela mesmo diz.

Dandara Manoela, nome que nos bate o peito assim como sua música, a cada nota, os arrepios acompanham o som dos pandeiros, violão e outros instrumentos. Cantora e compositora, dona de um sorriso inesquecível e uma voz forte que retumba em nosso corpo, fazendo refletir a mente, dançar o corpo e alegrar a alma.

Ela faz sua Denúncia, Ressignifica a vida, fala sobre Encontros e Marias Mulheres de Luta. Representa nossa vontade de querer, nos inspira a continuar e a cada Lembrança De Casa, Dandara se faz Transbordar. Vertendo sorrisos, emoções, sonhos e canções. Todas as participações, um ajuntamento de grandes talentos, banda, músicos, cantores e até a Poeta que nos tirou o chão. Lágrimas são difíceis de segurar, e ao final o bis é composto pela família e pessoas que a ajudaram estar ali.

Esse é o retrato, de Dandara Manoela, um Retrato Falado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.