Trilha de Identificação Botânica – Conhecendo a Flora da Ilha

4 de novembro, 8 h, no Parque Municipal da Lagoa do Peri.

O projeto Botânica na Ilha é uma parceria entre Peabiru Trilhas e Holocheilus Estudos da Flora, que visa proporcionar uma vivência botânica no Parque Municipal da Lagoa do Peri. O objetivo é conectar o turismo ecológico ao conhecimento científico possibilitando ao participante uma experiência de identificação de espécies, em uma das trilhas mais encantadoras da ilha: a Travessia do Caminho da Gurita ao Sertão do Ribeirão.

O roteiro proporciona ao participante conhecimentos botânicos sobre as espécies nativas da mata atlântica e o contato com a natureza e a cultura local. A caminhada percorre a orla sul da Lagoa do Peri e segue em direção ao Sertão do Ribeirão, onde vamos conhecer o modo de vida de uma comunidade tradicional que pratica a agricultura e ainda preserva saberes etnobotânicos. 

O caminho segue a encosta em direção à Vila do Sertão do Ribeirão cercada de espécies nativas – como a Jacaranda puberula e a Laplacea fruticosa ou exóticas de uso colonial histórico – como a Aleurites moluccana.

Após conhecer duas cachoeiras e a vegetação que as cercam tem um almoço orgânico preparado pelo pessoal do sítio Florbela, um lugar lindo onde é possível conciliar a preservação ambiental com a produção de alimentos orgânicos certificados. O sítio também promove vivências em agricultura através de cursos sobre sistemas agroflorestais

A próxima parada será no Alambique do Zeca, onde são produzidas cachaças artesanais que utilizam diferentes espécies em sua composição. Além de serem utilizadas para dar sabor, algumas espécies têm uso medicinal como o Cipó-mil-homens (Aristolochia sp) e Pau-para-tudo (Cinnamodendron axillare) entre outras doses que vamos degustar..

FACILITADORES:

Cláudio Augusto Mondin é Eng. Agr°, Doutor em Botânica pela UFRGS (2005), foi professor de Botânica e Ecologia Vegetal na UNISINOS (1998-2005) e na PUCRS (2001-2014). Atualmente reside em Florianópolis, onde é consultor ambiental e ministra cursos relacionados à botânica.

Gabriel Stroisch da Costa é Geógrafo formado na UFSC (2013), Condutor Ambiental Local no IFSC (2010). Trabalha com trilhas interpretativas e ecoturismo e no projeto Arvores Nativas de Florianópolis

O que inclui?

-Campo científico com o agrônomo Cláudio Mondin
– Condutor Ambiental credenciado pela prefeitura municipal de Florianópolis.
-Almoço orgânico no sítio FLORBELA
-Visita e degustação no Alambique do Zeca

Quanto custa?
R$110

Vagas limitadas!!!

Nossa equipe trabalha nesse roteiro com grupo mínimo de 10 pessoas e máximo 15 visitantes, o que possibilita uma maior integração entre os participantes e o local visitado além do mínimo impacto ambiental.

Inscrições

Envie seu nome completo e telefone para o e-mail [email protected] ou para maiores informações podem falar com Rebeka 55 (48) 99641-6015 (TIM, Whatsapp); Claudio (48) 99127 1243 e Gabriel 55 (48) 99622-3400 (VIVO Whatsapp).

Fonte: Facebook.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.