Tráfico aéreo na Alemanha paralisado por greve

Prensa Latina.- O tráfico aéreo na Alemanha está hoje quase paralisado em vários aeroportos por causa de uma greve convocada pelo poderoso sindicato de empregados públicos, Verdi, para exigir aumentos de salários.

Centenas de voos foram cancelados em cinco terminais do país, entre eles o de Frankfurt, uma das mais transitadas do mundo, confirmaram fontes sindicais.

Verdi reclama para seus mais de dois milhões de filiados um aumento de salário de 6,5 por cento já que, segundo as demandas, durante muito tempo os salários mantiveram-se baixos.

O Governo, que qualifica as medidas de força como desproporcionais, apresentou uma oferta de crescimento de 3,3 por cento, que foi recusada pelos trabalhadores.

Os controladores de segurança, bombeiros e pessoal de tráfico em terra abandonaram seus postos em Frankfurt, Düsseldorf, Stuttgart, Munique e outros aeroportos.

Lufthansa, a principal empresa aérea alemã, anulou nesta terça-feira 450 voos nacionais e internacionais, dos 1.800 que oferece diariamente.

Meios de imprensa também informam sobre outras greves que paralelamente ocorreram em Hamburgo e Renania-Palatinado, onde muitos ônibus e trens urbanos e suburbanos deixaram de funcionar.

Com esta jornada de protesto, Verdi busca pressionar os patrões e o Estado federal prévio às negociações que se efetuarão amanhã e na quinta-feira.

Desde o início de março, esse sindicato encabeça paralisações seletivas com o fim de propiciar avanços no diálogo sobre melhorias salariais para empregados públicos nos 16 estados da Alemanha.

Às greves no setor do transporte também se somaram trabalhadores da educação e os serviços de limpeza.

Representantes sindicais advertiram que efetuariam outras paralisações no caso de suas exigências não serem atendidas.

rc/por/es

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here