Temer demitiu Osmar Serraglio do Ministério da Justiça

Publicado em: 28/05/2017 às 15:32
Temer demitiu Osmar Serraglio do Ministério da Justiça

Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), citado nas delações da JBS, deve perder foro privilegiado com retorno de Serraglio ao parlamento.

O presidente Michel Temer demitiu neste domingo (28.mai) Osmar Serraglio do Ministério da Justiça. Torquato Jardim, atualmente no Ministério da Transparência e CGU (Controladoria-Geral da União), será deslocado para a pasta.

O presidente Michel Temer demitiu neste domingo (28.mai) Osmar Serraglio do Ministério da Justiça. Torquato Jardim, atualmente no Ministério da Transparência e CGU (Controladoria-Geral da União), será deslocado para a pasta.

Com isso, Serraglio retorna ao seu mandato de deputado federal. Seu suplente na Casa, Rodrigo Rocha Loures, perde o cargo e a prerrogativa de foro privilegiado.

Loures é apontado como intermediário do presidente Michel Temer para assuntos da JBS com o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Ele era assessor especial do presidente. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu (leia a íntegra) a prisão do deputado.

Na última 3ª feira (23.mai), Loures devolveu à PF a mala com R$ 500 mil de suposta propina recebida de executivos da JBS.

Eis a íntegra da nota do Palácio do Planalto:

O Presidente da República decidiu, na tarde de hoje, nomear para o Ministério da Justiça e Segurança Pública o Professor Torquato Jardim. Ao anunciar o nome do novo Ministro, o Presidente Michel Temer agradece o empenho e o trabalho realizado pelo Deputado Osmar Serraglio à frente do Ministério, com cuja colaboração tenciona contar a partir de agora em outras atividades em favor do Brasil.

PODER360

Foto: Congresso em Foco

Deixe uma resposta