SP poderá suspender quarentena após 7 de abril, diz secretário

A suspensão depende de dois fatores: a população manter isolamento até o dia 7 e os casos de coronavírus não sofrerem alta no ritmo de crescimento

Foto: Sérgio Lima / Poder 360

O secretário de Saúde do estado de São Paulo, José Henrique Germann, disse na segunda-feira (30), durante coletiva de imprensa, que a quarentena contra o coronavírus poderá ser suspensa a partir da próxima semana.

A decisão dependerá de dois fatores: a população manter o isolamento até o dia 7 de abril, de acordo com a recomendação do governo, e o ritmo de crescimento de casos de coronavírus não aumentar para além do registrado atualmente.

Segundo Germann, “pelos casos iniciais que nós temos, eu diria que não vamos ter a necessidade de repetir o isolamento social muitas vezes mais para frente nem fazer o isolamento compulsório”.

Para o secretário, mantidas as condições atuais da epidemia, o estado está preparado para absorver a demanda por atendimento na saúde. “Estamos conseguindo achatar a curva de crescimento de casos.”

O governador João Doria disse que a suspensão da quarentena ainda será analisada. A Prefeitura também não se manifestou sobre o afrouxamento ou endurecimento das regras para escolas e comércios.

São Paulo registrou 1.451 casos confirmados de COVID-19 e 98 mortes, até segunda.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.