Sintrafesc convoca servidores para o Dia Nacional de Lutas

Dezenas de entidades nacionais do serviço público federal programaram para a próxima quarta-feira, 25 de abril, um Dia Nacional de Luta. Leia, a seguir, os motivos da mobilização e da paralisação. Em Florianópolis, já confirmaram paralisação o(a)s servidore(a)s do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Na Capital catarinense, o Fórum de Entidades também programou uma mobilização e panfletagem no Terminal Integrado do Centro – Ticen, entre 15 e 19 horas.

Se há uma crise que preocupa e atinge gravemente a população brasileira, esta não é a do capital financeiro, mas sim a do serviço público. A população trabalhadora reclama dos governos e da falta de atendimento público de qualidade, as suas necessidades de saúde, educação, segurança, transporte entre outras. O excesso de problemas que afeta as pessoas tem raiz na distorção do orçamento público. Mesmo obtendo recordes de arrecadação a cada mês, o governo continua não priorizando investimentos em melhorias urgentes nos serviços prestados à sociedade e muito menos na valorização dos servidores públicos.

Em plena campanha 2012, as 31 entidades nacionais representantes dos servidores públicos federais têm encontrado dificuldades para avançar nas negociações com o governo. Sob o discurso da austeridade, a área econômica mantém a reserva orçamentária destinada a remunerar com altas taxas o capital financeiro, e tenta jogar sobre os ombros dos trabalhadores a conta da crise internacional.

Até o momento o governo tem dito não a todas as justas demandas apresentadas pelos servidores para garantir melhores condições de trabalho, remuneração e consequentemente qualidade no atendimento público. Entre 2011 e 2012 o mesmo governo que decretou zero de reposição às perdas inflacionárias no salário dos servidores, já concedeu ao empresariado aproximadamente R$ 155 bilhões em isenção fiscal. Enquanto isso, no mesmo período, retirou das áreas sociais mais de R$ 105 bilhões.

Tratados até agora com descaso no processo de negociações, os servidores públicos precisam reagir e lutar. Por isso, no dia 25 de abril, quarta-feira, todo(a)s o(a)s servidore(a)s do Brasil devem participar do Dia Nacional de Lutas com paralisação de atividades. A categoria conta com o apoio da população nesse momento, pois esta é uma luta necessária para que o governo respeite não só os trabalhadores do setor como toda a sociedade.

Basta de descaso

Mais do que nunca é importante reativar os fóruns estaduais e federais de unidade entre as categorias de servidores. É hora de ampliar a unidade entre os setores de todas as esferas. Trabalhadores do Executivo, Legislativo e Judiciário precisam se unir. Servido(a), no dia 25 de abril faça sua parte. Mobilize-se em seu local de trabalho. Reforce essa luta. Você que paga impostos, apoie esta causa, ela também é sua!

UNIDADE POR UM SERVIÇO PÚBLICO DE QUALIDADE.

ASSIBGE-SN –ANDES-SN – ANFFA-SINDICAL – ASFOC – ASMETRO-SN – CTB – CUT – CONDSEF – CNTSS – CONFELEGIS – CSP-CONLUTAS –FASUBRA – FENALE – FENALEGIS – FENASPS – FENAJUFE – FENASTC – FENAPRF – MOSAP – PROIFES – SINAL – SINAIT – SINAGÊNCIAS –SINTBACEN – SINASEFE – SINDLEGIS –SINDIFISCO NACIONAL – SINPECPF – SINDIRECEITA – SINASEMPU – UNACON-SINDICAL.

Fonte: Sintrafesc – com entidades nacionais dos servidores públicos federais

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.