Servidores do Ministério da Saúde continuam paralisados até 2 de julho

Cerca de 150 servidores do Ministério da Saúde de todo estado e da Anvisa aderiram à paralisação de 24 horas nesta quinta-feira e mantiveram lacrada com uma faixa de sete metros a entrada do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde. Às 14 horas foi realizada nova assembléia específica que deliberou pela manutenção da paralisação até a segunda-feira, dia 2 de julho, com a entrada do prédio fechada.

Na segunda-feira, os servidores do Ministério da Saúde vão realizar nova assembléia, às 13 horas, para avaliar o quadro estadual e nacional e deliberar sobre os rumos da mobilização. Neste fim de semana ocorrem em Brasília as reuniões do Comando Nacional de Greve e Plenária Nacional da Fenasps, que também avaliarão o crescimento da mobilização nacional.

Às 16 horas, os SPFs que realizaram um ato conjunto na esquina democrática de Florianópolis, neste dia 28, caminharam em passeata até a frente do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde e se uniram aos servidores da Saúde. As palavras de ordem demonstraram que os servidores estão cansados de esmolas e que vão fortalecer a luta conjunta. O Comando Estadual de Mobilização foi fortalecido e já se reuniu no fim da tarde
para dar os encaminhamentos necessários para fortalecer a paralisação no Ministério da Saúde. Neste dia 28, os membros do Comando decoraram toda a frente do prédio do Núcleo, com cartazes, faixas e murais com fotos das lutas atuais e históricas dos servidores da saúde.

Em Chapecó os servidores do MS aderiram à paralisação de 24 horas no dia 28 de junho em sua cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.