Seres raros

Por Rosangela Bion de Assis, para Desacato.info.

Que seres estranhos

Nascem com essa angústia contar, mostrar e escrever.

Que olham em volta procurando

Que perguntam curiosos

E espalham imagens, palavras, sons.

Porque nasceram cúmplices da narrativa,

e carregam a culpa de não divulgar mais, mais rápido, mais

São raros

Se atraem e se repelem com a mesma força

Não se contentam em caminhar

É preciso relatar cada pedra do caminho, cada flor, cada trovoada

Querem deixar registrado nas cavernas deste tempo

O que viram, sentiram e souberam

Não podem evitar, esta é a missão desses jornalistas.

  —

Rosangela Bion de Assis é jornalista, poetisa e presidenta da Cooperativa Comunicacional Sul.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.