Semana de solidariedade ao povo palestino: 8 a 16 de julho

[email protected]

Caros amigos,
As organizações da sociedade civil palestina aplaudem a Flotilha da Liberdade, que mais uma vez vai desafiar o cerco ilegal e brutal infligido aos habitantes de Gaza. No mundo, pessoas honestas já se esforçam para apoiar essa iniciativa internacional. Toda a atenção estará centrada em Gaza, mas não podemos esquecer que o ocupante sionista continua a sua política racista de apartheid em todo o território da Palestina histórica. Na Cisjordânia, em Jerusalém oriental, no Neguev e na Galileia, a limpeza étnica, os assassinatos, as detenções de civis são apenas uma ínfima parte das violações dos direitos humanos fundamentais cometidas pelos sionistas. O objetivo é manter os palestinos isolados e divididos, para conseguir uma espoliação total.
É por esse motivo que lançamos este apelo às organizações da sociedade civil e às pessoas de consciência do mundo, para que tragam o seu apoio e se associem, neste verão palestino, a outro desafio internacional importante: o estado de sítio que vigora em toda a Palestina.
As indignidades que os sionistas infligem diariamente aos palestinos refletem-se nas atitudes dos funcionários do aeroporto de Tel Aviv, que se esforçam para impedir a entrada dos militantes dos direitos humanos, apesar de os territórios palestinos estarem ilegalmente ocupados por Israel, conforme entendeu o direito internacional. Temos o dever de nos opor a este comportamento arbitrário, ilegal e abusivo de Israel.
(É preciso se juntar à Campanha para o Direito de Entrar na Palestina : http://www.righttoenter.ps/)

De 8 a 16 de Julho de 2011: uma semana de solidariedade
Centenas de homens, mulheres e crianças chegarão ao aeroporto de Telavive para nos visitar na Palestina. Eles virão por Telavive porque o ocupante sionista destruiu o único aeroporto palestino e controla as entradas pela Jordânia. É preciso que a comunidade internacional reconheça o nosso direito fundamental de acolher visitantes estrangeiros na Palestina e que apóie os direitos de seus próprios cidadãos viajarem à Palestina sem serem molestados pelos funcionários de um governo que oprime os palestinos com uma ocupação violenta e que viola grande parte dos nossos direitos fundamentais.
Apelamos aos cidadãos de todos os países que venham nos visitar no próximo dia 8 de julho. Enquanto Israel se esmera em nos isolar, convidamos a todos para que se juntem a nós de maneira honesta e orgulhosa, tal como convém às pessoas honestas. Não aceitem o papel que se outorgam os sionistas, de nos isolar ou de impedir os cidadãos do mundo de exprimir-se com a retidão que lhes é própria.
Vocês serão bem acolhidos ao chegar. Poderão apreciar a hospitalidade palestina, assim como o programa de solidariedade e de atividades para a paz em todas as grandes cidades e nas vilas, prestes a ver suas terras anexadas.

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorNa escuridão
Próximo artigoOutra entrega?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.