Sem acordo sobre o “documento do governo”, comando de greve cancela assembleia estadual do Magistério

Ao completar 40 dias de greve o seu comando, que representa os grevistas de todo Estado, reuniu-se na manhã de hoje, 04/05 e após avaliar o documento encaminhado pelo governo decidiu cancelar por tempo indeterminado a Assembleia Estadual agendada para o próximo dia 06 de maio. Tal deliberação já estava desenhada pela base da categoria a partir do momento em que tomou conhecimento do teor do oficio do Governo, que mantém a posição de exigir o fim da greve para a abertura de negociação, posição não aceita pela categoria e hoje, confirmada pelo Comando.

No lugar da assembleia, o magistério realizará ato estadualizado na mesma data, 06/05, com concentração na Praça Tancredo Neves, com o objetivo de buscar a negociação. Neste ato estarão presentes trabalhadores de todas as regionais do SINTE.

De acordo com o Comando o documento, não trouxe nenhuma novidade, apenas confirmou a falta de vontade do Governo de negociar com o magistério. Para o SINTE/SC não existe acordo, pois a categoria já entrou nesta conversa em outras greves. Fomos pacientes, voltamos às aulas e estamos aguardando desde 2011 que o governo negocie. Porém, nossa carreira continua achatada e a negociação não aconteceu.

As lideranças entendem e reafirmam que a greve e o mecanismo utilizado por toda e qualquer entidade sindical para abrir negociação por isso a deflagramos. Queremos seriedade por parte do governo neste processo e não vamos vincular qualquer possibilidade de negociação com o final da greve, pois esta acontece exatamente para a abertura de diálogo.

Sendo assim, enquanto a categoria não tiver alguma garantia de atendimento mínimo das reivindicações dos trabalhadores a greve se mantém firme. Na avaliação do comando o índice se mantém de 25 a 30%, um movimento que não voltará para sala de aula sem alguma garantia, pelo menos dos itens 2, 3 e 4 do ofício enviado pelo SINTE: Anistia das faltas de 2012 a 2015, revogação do decreto das progressões, que seja efeituado o reajuste de 13,01% na carreira retroativo a janeiro. A incorporação da regência está colocada na discussão da carreira, e está claro no nosso documento que não aceitaremos retirada de direitos já adquiridos.

O comando deliberou ainda pelo apoio a greve dos professores do Paraná, e enviará um ônibus para o Ato de amanhã, 05/05, em Curitiba.

A ocupação da ALESC também está mantida por tempo indeterminado, e outras ações e manifestações estão sendo organizadas pela categoria.

O Coordenador Estadual do SINTE deu entrevista coletiva na tarde de hoje sobre as decisões do Comando, acompanhe o áudio abaixo:

Fonte: Sinte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.