São Miguel do Oeste/SC: Morador reclama de descaso em rua no bairro São Jorge

São Miguel do Oeste/SC: Morador reclama de descaso em rua no bairro São Jorge

Por Claudia Weinman, para Desacato. info. 

Claudio Varella Maciel é morador do bairro São Jorge, em São Miguel do Oeste/SC. Ele reclama da situação da rua dos Bandeirantes, localizada próxima ao loteamento particular. Segundo ele, em dias de chuva a rua fica alagada, escorrem sedimentos e barro pelo local, gerando transtornos

foto-i-copia

Claudio Varella Maciel é morador do bairro São Jorge. Ele entrou em contato com a reportagem do Portal Desacato nesta semana para fazer uma reclamação sobre o que considera um descaso no final da rua dos Bandeirantes. Segundo ele, fazem dois anos que que os vizinhos sofrem com o alagamento na rua e com a quantidade de barro que acaba escorrendo do loteamento localizado bem próximo das residências.

O morador relatou à reportagem que há dois anos, o antigo secretário de Obras da Prefeitura, acompanhado de um vereador, esteve no local e encaminhou essa demanda para a Prefeitura, para que fosse cobrado um posicionamento do proprietário. “No momento que ligaram para um representante da Prefeitura, para saber de quem era o terreno, silenciaram e enrolaram a gente. O problema continuou e a gente continuou vivendo com esse transtorno”, disse ele.

Maciel salientou ainda que nessa rua a grande problemática está relacionada ao escorrimento dos sedimentos. Faltaria também, segundo ele, a colocação de bocas de lobo no local. “A gente sabe que quando um loteamento está em construção, quem mora próximo vai sofrer com o barulho das máquinas e vai enfrentar alguns transtornos. A questão é que esse problema já faz mais de dois anos que existe, a rua fica alagada, muito barro e sedimento escorre no local e não dá mais para deixar assim. Acredito que se o proprietário desse loteamento vai ter lucro com a venda desse loteamento, ele precisa resolver essa problemática. Nós não podemos mais ficar aguentando isso”, enfatizou.

Na Prefeitura

A reportagem do Portal Desacato conversou com o secretário de Obras, Vilmar Bonora, o qual foi até o local da denúncia, na manhã de terça-feira, dia 18 de abril. Bonora salientou que fazem 40 dias que ele encaminhou à Prefeitura um pedido de notificação para o proprietário do terreno. Segundo ele, como o local é de propriedade privada, a Prefeitura notificou e o proprietário começou as obras para dar fim ao problema. “As estacas e marcações foram colocadas nas mediações dos terrenos e acreditamos que a problemática será resolvida. A Prefeitura também vai ficar atenta para acompanhar o andamento desse trabalho para que os moradores não sejam mais prejudicados”, finalizou.

Fonte das Fotos: Enviadas pelo morador.

 

Você precisa estar logado para postar um comentário Login