Retrospectiva Semanal do Portal Desacato, entre 17 e 22 de setembro

Hoje se completam 45 anos de quando Pablo Neruda foi conversar com a Pachamama. Morreu, foi morto? Os anos resolverão essa inquietante pergunta.

Fechamos a edição de hoje, lembrando Pablo que virou semente apenas começava a Primavera, da qual um dia escreveu uma ode maravilhosa. Aqui um trecho, para dormir com o abrigo do gênio chileno da Pátria Grande.

Amanhã voltamos com o comando na edição da conterrânea territorial e ideológica de Pablo, Tali Feld Gleiser.

Até a próxima Retrospectiva. Obrigado pela companhia. Tchau!

Raul Fitipaldi
—————–

Ode à Primavera – Trecho
Pablo Neruda

Quando
com as tuas mágicas mãos de fada
e as mãos do povo,
quando sobre a terra
o fogo e o amor
tocarem os teus bailarinos
pés de nácar
quando tu,
Primavera,
entrares
em todas
as casas dos homens,
amar-te-ei sem pecado,
desordenada dália,
acácia louca,
amada,
contigo, com o teu aroma,
com a tua abundância, sem remorsos,
com a tua imaculada neve abrasadora,
com as tuas nascentes mais transbordantes,
sem alterar o destino de outros homens,
com o misterioso mel das diurnas abelhas,
sem que os negros tenham
que viver separados
dos brancos
Ó Primavera…

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto
Mulher tem que casar? É obrigada a ter um marido? Mulher, hein mulher, se casar perde a identidade? Olha aí a crônica breve de Luciane Recieri.

Quando casar sara…

Na cidade fronteiriça de São Miguel do Oeste, no local da livraria Objetivo, a equipe oestina de Desacato participou de um novo Sarau Literário. Claudia Weinman, Julia Saggioratto, Paulo Fortes, Eliezer Oliveira e Ricardo Souza, compartilharam o evento, ao vivo, com todas e todos nós.

Os Monólogos do Cotidiano, do escritor paulista Guigo Ribeiro, abordaram O Voto. Um dos seus personagens afirma que todos os políticos são iguais. O escritor e apresentador argentino, Alejandro Dolina, disse uma vez respondendo a essa afirmação: “Para um analfabeto, os livros também são todos iguais.”

Monólogos Cotidianos – O Voto

Ao interior do Congresso estadunidense, em Washington,  houve um protesto original pela igualdade de direitos, que Ronnie Huete Salgado, capturou para os leitores e leitoras do Desacato.

A doutora em filosofia Evânia Reich, fez estreia da sua coluna n’A Outra Reflexão da semana que passou. Seu olhar possou na intervenção militar no Rio de Janeiro. O sofrimento social ocasionado por essa decisão do estado brasileiro é analisado por Evânia. Leia!

O sofrimento social no Brasil causado pela violência militar

O Jornal dos Trabalhadores e Trabalhadoras, produzido em São Miguel do Oeste denunciou, mais uma vez, a agressão que sofrem os povos indígenas. O JTT 45º foi apresentado por Claudia Weinman.

A inquietação da jornalista Claudia Weinman, no Dia do “Gaúcho”, passa a se funde com sua inquietação social, histórica, antropológica. De repente a inquietação aumenta: um casebre velho, a solidão, um grito afogado de milhares e milhares de indígenas e de peões.

Inquietação: “Com gritos de resistência Catarina vê a guerra”

Uma transmissão ao vivo chamou a atenção da audiência. Rosangela Bion de Assis mostrou, ao vivo, na quarta-feira, 19, uma peça de teatro muitíssimo especial, apresentada no Largo da Catedral, em Florianópolis.

Não perca, vai se emocionar.

A Outra Reflexão da jornalista Elaine Tavares remete a um genocídio que não pode se ocultar com sofismas, eufemismos e mentiras. Diz a escritora: “A escravidão é uma chaga aberta ainda no Brasil, e o sequestro de milhões de pessoas nunca foi reparado. Passados séculos o povo negro segue marcado por uma realidade que não buscou.”

O sangue negro de todos os dias

O programa Crimes Neoliberais, apresentado por José Álvaro Cardoso, comparou a situação que vivem a Argentina de Maurício Macri e o Brasil do estado de exceção.

Todas as quartas, um novo crime é revelado pela parceria DIEESE/Portal Desacato.

Apresentação: José Álvaro Cardoso
Imagens: Janaína Machado
Edição: James Ratiere
Direção Geral de Jornalismo: Tali Feld Gleiser

A licenciada em Relações Internacionais, Ana Rosa Moreno, descreveu os acontecimentos que mobilizaram os estudantes mexicanos e os movimentos sociais da América Latina, a partir da ocupação estudantil da UNAM – Universidade Nacional Autônoma de México. No fim do governo conservador de Enrique Peña Nieto, e antes da assunção de Andrés Manoel López Obrador, o México ferve.

Fuera “porros”! Vândalos” da Universidade Autônoma do México (UNAM)

Apenas terminado o ato organizado para receber o candidato a presidente, Fernando Haddad, e a candidata à vice-presidência, Manuela D’ Ávila, no Largo da Catedral, em Florianópolis, Desacato entrevistou os candidatos, estaduais e federais, do Partido dos Trabalhadores, Dirceu Dresch, Luciane Carminatti, Elenira Vilela, Lino Peres e Carla Ayres. Confira.

Na terça-feira, dia 18 de setembro, a edição do Informativo Paralelo foi reprisada, porque a equipe do Portal Desacato, como já fez antes com a presença do candidato a vice-presidente do PSTU, Hertz Dias, e os candidatos do Psol, Guilherme Boulos e Sônia Guajajara, agora cobriu a visita a Florianópolis dos candidatos Fernando Haddad e Manuela D’ Ávila. Aqui a coletiva de imprensa.

O Professor de Saúde Pública da UFSC, Douglas Kovaleski, depois de vários artigos sobre a alienação, na coluna coletiva “A Outra Reflexão”, se debruçou sobre as formas de superá-la. “Afinal, é preciso fomentar a esperança entre os trabalhadores em tempos tão difíceis como vivem-se no Brasil”.

A política para a superação da alienação

O JTT – Jornal dos Trabalhadores e das Trabalhadoras da segunda-feira, 17 de setembro, teve como palavra chave: Precariado. Rosangela Bion de Assis com imagens de Jana Machado entrevistou as advogadas dos casos de assédio na UDESC, à população de rua que sofre com a falta de políticas públicas e no Fala Pra Mayara perguntamos: Você acredita que a grande mídia favorece candidatos(as)? A jornalista Elaine Tavares analisou as enquetes. A filósofa e colunista d’A Outra Reflexão, Evânia Reich falou da dor social. Se não assistiu, não perdeu, ainda está aqui!

Bom dia a todas e todos! Feliz Primavera!

Iniciamos a tarefa de hoje na Ilha de Santa Catarina, com vento primaveril e 21ºC. Lembraremos reflexões, textos, artigos, produções e realizações jornalísticas e culturais onde Desacato esteve presente.

Com a brisa da Primavera e o amor pela Pacha Mama navegamos juntos até as 21h. Embarque!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.