Repudiamos a rima do Mc carioca Pelé Mil Flow e qualquer outro que colabora com a cultura do estupro

Repudiamos a rima do Mc carioca Pelé Mil Flow e qualquer outro que colabora com a cultura do estupro
Primeiramente Fora Temer, “Segundamente” peço licença para as irmãs da luta feminista para falar sobre este assunto.
Sinceramente nem sei como começar, acho que vou começar com uma pergunta retorica, aonde o rap vai parar..? Em que mundo um mc rimar pode rimar isto aqui e o publico aplaudir e gritar loucamente..?

”ta falando da minha mina, você ta de mancada, estuprei a sua irmã e não to falando nada”

Dai vi gente dizendo que era batalha de sangue, a vai ser foder você e sua batalha de sangue.Batalha de verdade é a do conhecimento, que não oprime ninguém. Nós do Noticiário Periférico repudiamos esta e qualquer atitude machista, misógina e principalmente criminosa e hedionda que é o estupro.

As minas vem a uma cota falando sobre a cultura do estupro e varias pessoas dizendo que não existe. Claro que existe carai!! o que este mc carioca “Pelé Mil Flow” disse na rima eu já escutei varias vezes na rua. Eu como editor do Noticiário Periférico e minha parça Ana Rosa que também é editora do NP, nos sentimos na obrigação de relatar este caso e repudiar.

Um Mc tem que entender que ele é formador de opinião e nestas batalhas 70% do publico é adolescente, eu assisti esta batalha ela é nojenta, toda vez que os cara atacava a mina que tava na batalha geral grita.O publico desta batalha também é nojento. Eu tenho medo da próxima geração de MC e do publico de rap.

Estupro não cabe em nenhum tipo de piada ou citação em rima, a não ser que for para problematizar e apoiar a causa, qualquer outro tipo de citação p?o estupro é asqueroso eu nem sei mais encontra adjetivo negativo para citar.

Termino dizendo que este Mc ai entra pra lista dos mcs que não vão ser divulgados no Noticiário Periférico.

Se tiverem estômago assistam.

Fonte: Noticiário Periférico. 

Você precisa estar logado para postar um comentário Login