Reitor da UFSC exonera funcionário Daniel Dambrowski

Publicado em: 17/07/2017 às 12:19
Daniel, de camisa preta, foi incansável na greve das 30 horas e agora é punido por isso.

A notícia foi dada agora de manhã pela Pró-Reitora de Gestão de Pessoas, Carla Búrigo. Segundo ela, foi uma decisão “técnica”. Não foram levadas em conta as provas que foram apresentadas em favor de Daniel, que acabou punido por ser um dos líderes da greve das 30 horas, que manteve a universidade aberta das 7 às 22 horas. Reitor avalizou a decisão de Roselane Neckel, a reitora que o antecedeu e quem deu início ao processo contra Daniel. Advogado deve recorrer.

 

+ Greve das 30 horas: a vingança continua

 

Fonte: TAEs Livres: abrindo as portas

Deixe uma resposta