Reforma dos apartamentos da Câmara nos custarão R$310 milhões

Pagaremos também mobília e decoração dos imóveis dos deputados.

Apartamentos têm em média 250 m2, duas salas, 4 suítes, escritório etc
Apartamentos têm em média 250 m2, duas salas, 4 suítes, escritório etc

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, deu seguimento às obras do antecessor, Eduardo Cunha, incluindo a reforma de 432 apartamentos funcionais, que já custaram aos cofres públicos mais de R$ 120 milhões. No total, serão gastos R$ 310 milhões na reforma de 18 blocos de apartamentos, que também receberão eletrodomésticos e mobília, para uso de suas excelências. Tudo pago pelo contribuinte. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Apartamento padrão para deputados, mantidos pela Câmara, tem em média 250 metros quadrados, duas salas, 4 suítes, escritório etc.

O deputado que esnoba apartamento funcional recebe auxílio-moradia de R$ 4.253 por mês, o equivalente a 4,8 salários mínimos.

Os primeiros contratos para reforma dos imóveis saíram do papel em 2007, mas as obras só deslancharam mesmo sob a gestão de Cunha.

Só um dos contratos de reforma (nº 2013/295) em vigor, da PB Construções e Comércio, custa R$ 41,79 milhões ao contribuinte.

Fonte: Diário do Poder.

Você precisa estar logado para postar um comentário Login