Projeto de lei assegura atendimento da saúde bucal de emergência

Projeto do deputado estadual Dirceu Dresch assegura atendimento de saúde bucal nas UPAs

Garantir que todas as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs)  disponham de  atendimento de saúde bocal de emergência é o objetivo do Projeto de Lei 203/2018, apresentado pelo deputado estadual Dirceu Dresch (PT). Se aprovado, todas as unidades de atendimento deverão  ter cirurgião dentista integrado ao corpo clínico.

Redação

A proposta tem o apoio do Sindicato dos Odontologistas no Estado de Santa Catarina (SOES). O  presidente da entidade, odontólogo Sylvio da Costa Júnior, e o presidente União Florianopolitana das Associações de Moradores – UFECO,  participaram  do ato de protocolo do projeto, que já está em tramitação e aguarda a designação de relator na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

“É um projeto que fortalece o  SUS e garante o atendimento de emergência integral, ou seja, de todas as emergências, incluindo o atendimento odontológico. Como não é uma exigência hoje, poucos municípios dispõem de cirurgião dentista nas UPAs. De sexta-feira à noite  até  domingo, se a pessoa tiver dor de dente ou sofrer um trauma na boca vai ter que esperar até segunda-feira. Nem quem tem dinheiro para pagar um atendimento particular consegue ser atendido.  Não há a quem recorrer em caso de emergência”, argumenta Dresch.

O presidente do SOES aponta que a obrigatoriedade do atendimento de urgência  bucal não tem impacto financeiro significativo, já que as prefeitura já disponibilizam profissional dentista na rede de atendimento. Em muitos casos, o maior investimento será equipar a UPA com uma cadeira odontológica. “É uma medida de baixo custo,  mas de grande efetividade na garantia  da saúde bucal da população, que é o terceiro maior motivo de consultas nas unidades de saúde.”

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.