Porto Alegre: Beira lança livros e participa de mesa no 8° FestFotoPoA

Olhos do Pampa

O lançamento da Beira – movida editorial acontece na próxima sexta-feira, dia 15, a partir das 18h30 no Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (Praça da Alfândega, s/n – Centro, Porto Alegre), durante programação do 8° Festival Internacional de Fotografia de Porto Alegre.

Reunião dos fotógrafos Camila Domingues, Cristiano Sant’Anna, Eduardo Seidl e da jornalista Clarissa Pont, a Beira é um novo coletivo editorial que aposta na circulação da fotografia, na pesquisa de novas formas de financiamento e na realização de edições independentes em pequenas tiragens.

A próxima sexta 15/05 será marcada por dois momentos. Às 18h30, a Beira participa de mesa do Fórum Internacional de Livros de Fotografia com mediação de Leo Caobelli, do Coletivo Garapa. Às 20h30 o selo lança seus primeiros projetos em catálogo durante a noite de autógrafos coletiva do 8° Festival Internacional de Fotografia de Porto Alegre.Olhos do Pampa, primeiro livro de Tadeu Vilani, e Arquipélago, recente projeto do fotógrafo Cristiano Sant’Anna, estarão a venda no local e através do site www.beira.me

Olhos do Pampa é um trabalho documental que retrata em preto e branco a paisagem da fronteira e o cotidiano do homem do campo. O livro de Vilani tem 120 páginas e conta com apenas 250 exemplares, todos numerados e assinados pelo autor. Arquipélago é um livro sobre as comunidades de pesca do Delta do Rio Jacuí, no sul do Brasil. O livro de 88 páginas é resultado dos 18 meses em que Sant`Anna conviveu com moradores e conheceu seus hábitos, rotinas e a maneira como se relacionam com o rio e a natureza do local.

Serviço

Lançamento da Beira – movida editorial durante programação do 8° FestFotoPoA

Dia 15 de maio, sexta-feira, às 18h30

Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (Praça da Alfândega, s/n – Centro, Porto Alegre)

Fórum Internacional de Livros de Fotografia

Fotolivro e Livro de Artista

Beira (RS)

José Diniz (RJ)

Letícia Lampert (RJ)

Mediador: Leo Caobelli (Coletivo Garapa)

Lançamento de Olhos do Pampa, de Tadeu Vilani, e Arquipélago, de Cristiano Sant’Anna

Dia 15 de maio, sexta-feira, às 20h30

Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (Praça da Alfândega, s/n – Centro, Porto Alegre)

 BIOS

Foto Tadeo Vilani
Foto Tadeo Vilani

Tadeu Vilani (1965) atua profissionalmente desde 1993 e há 19 anos é fotógrafo do jornal Zero Hora. Nascido em Santo Ângelo, Rio Grande do Sul, desenvolve projetos fotodocumentais sobre a cultura do Estado. Entre seus principais projetos estão os ensaios sobre o legado arquitetônico das reduções missioneiras no Brasil, Argentina e Paraguai; as etnias que formam o Rio Grande do Sul, em especial os descendentes de imigrantes italianos, alemães e poloneses; e questões sociais ligadas à cidade, como a transposição dos moradores da Vila Dique, em Porto Alegre, e o futebol de várzea em bairros periféricos. Tadeu já expôs seu trabalho em mostras coletivas e individuais pelo Brasil, Argentina, Iraque, Itália, Lituânia, Polônia, Portugal e Uruguai. Desde 2006 suas imagens compõem o acervo da Coleção Pirelli/Masp, em São Paulo. Em 2011, foi foi vencedor do Prêmio Conrado Wessel de Arte com o ensaio fotográfico “TV P&B”, realizado na Vila Dique. Também já foi contemplado nos prêmios New Holland e Massey Ferguson, além do primeiro lugar no Prix Photo Web Aliança Francesa em dois anos consecutivos, três vezes premiado em primeiro lugar na categoria P&B do prêmio Leica-Fotografe Melhor e contemplado com o primeiro lugar na categoria Fotojornalismo do prêmio ARI de Jornalismo.

Foto: Cristiano Sant´Anna
Foto: Cristiano Sant´Anna

Cristiano Sant´Anna (1973) é jornalista. Depois de trabalhar para jornais do sul do Brasil, atualmente administra uma agência de fotojornalismo focada em  cobertura de grandes eventos como a Campus Party Brasil e a Bienal do Mercosul. Contabiliza exposições no Centro Cultural da CEF ( Brasília), na Galeria Lunara (Porto Alegre) e no NanoFotoFest (Buenos Aires). Em abril de 2014 recebeu financiamento via Pró-cultura RS para desenvolver o projeto Quase Paisagem –Taim e publicou pelo Fumproarte  o fotolivro Arquipélago, sobre as comunidades de pesca artesanal próximas a Porto Alegre. Atualmente desenvolve os projetos Rua dos Gusmões 236 e Hotel da Loucura, oficina de narrativa coletiva em fotografia na crackolândia (São Paulo) e no Instituto Nise da Silveira (Rio de Janeiro), respectivamente.

Fonte: Beira – Movida Editorial

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.