Por culpa do meu pai

Foto: Francis Mariani, Flickr

Por Raul Fitipaldi, para Desacato.info.

Por culpa do meu pai, motorista de ônibus e semi-analfabeto, que para eu fazer collage me comprava as Revistas URSS;.

Por culpa do meu pai, trabalhador que comprando as revistas ajudava os desempregados que vendiam no trajeto;

Por culpa do meu pai, que se criou na rua dormindo sobre caixas de maçã no mercado central, e sabia o que era a solidariedade de classe;

Por culpa do meu pai que fazia ocupações de fábrica, comandava greves, chutava milicos, cuspia em patrões e traidores;

Por culpa do meu pai que colaborava com o Partido Comunista sem saber que era isso, mas, por causa de umas fotos de Fidel e do Che;

Por culpa do meu pai que foi um lutador cooperativista, um rebelde, uma célula inextricável do povo;

Por culpa de Eusébio Fitipaldi, resulta que me apaixonei pela classe trabalhadora, pela Nossa América, por Cuba, por Fidel, pelas garotas eslavas e pela história infinita de Bolívar e Chávez.

Por culpa do meu semi-analfabeto pai aprendi a gritar o que tu vês no cartaz, abaixo desta gloriosa culpa que denuncio: Fora yanquis da América Latina!

Raul Fitipaldi é jornalista e fundador do Portal Desacato e a Cooperativa Comunicacional Sul.

 

 

 

A opinião do autor/a não necessariamente representa a opinião de Desacato.info.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.