Polícia ainda não concluiu investigação sobre morte de Mosquito

A Polícia Civil de Santa Catarina ainda não concluiu a investigação sobre a morte do jornalista Amilton Alexandre, conhecido como mosquito, que foi encontrado enforcado em sua residência no dia 13 de dezembro do ano passado, na cidade de Palhoça. O jornalista mantinha um blog no qual fazia diversas denúncias contra autoridades catarinenses. O delegado responsável pelo caso, Attilio Guaspari Filho, havia dito ao Sul21 que a investigação seria concluída até o final de janeiro.

Procurado pela reportagem, o delegado ainda não se manifestou sobre o assunto, e também não estaria atendendo a outros jornalistas interessados nos desdobramentos do caso. Outras pessoas ligadas a Mosquito afirmam que o que estaria trancando a investigação seria o laudo toxicológico a ser expedido pelo Instituto Geral de Perícias. É justamente esse laudo, que ainda não foi feito, que determinará se o jornalista de fato se matou ou se foi envenenado com alguma substância.

Fonte: Sul21.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.