POA: Manifestantes fazem escracho em frente à sede da RBS

11.07.2013 - Manifesto frente à RBS e marcha até o Largo Glênio Peres.

Por Iuri Müller.

Em meio às manifestações da greve geral em Porto Alegre, um dos atos desta quinta-feira (11) ocorreu – no formato de um escracho – em frente à sede do Grupo RBS, na Avenida Érico Veríssimo. Os manifestantes repudiaram a atuação dos veículos do grupo e protestaram a favor da democratização dos meios de comunicação no Brasil. Com cartazes, faixas e bandeiras, permaneceram por pouco menos de duas horas em frente ao local – e terminaram a ação despejando tonéis de esterco na entrada do prédio. “Estamos devolvendo o que vocês nos mostram todos os dias”, foi uma das declarações no megafone.

A partir das 14h30min, sob sol forte, militantes do Levante Popular da Juventude deram início ao protesto, com músicas na bateria e o desenrolar dos primeiros cartazes. Pouco tempo depois, manifestantes de centrais sindicais e da juventude de partidos políticos se juntaram ao ato – eles marchavam da Rótula do Papa, na Azenha, em direção ao Largo Glênio Peres, destino de todo o grupo após a manifestação em frente ao Grupo RBS.

Ao todo, a ação chegou a reunir mais de trezentas pessoas, além de bandeiras de organizações como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a juventude de partidos como o PT e o PCdoB. Durante a tarde, gritaram pelo fim do monopólio no contexto dos meios de comunicação e contra a criminalização dos movimentos sociais.

No mês de junho, a sede do Grupo RBS foi o destino pretendido por pelo menos duas marchas organizadas pelo Bloco de Lutas pelo Transporte Público. No entanto, a caminhada foi interrompida pela Brigada Militar, que trancou a Avenida Ipiranga nas proximidades da sede do jornal Zero Hora. Nesta quinta-feira (11), o aparato policial novamente esteve presente em grande número, mas não entrou em contato direto com os manifestantes.

A reportagem do Sul21 contou pelo menos seis viaturas, cinco ônibus e seis motos da Brigada Militar estacionadas nas ruas próximas ao local do escracho. Antes das 15h30min, os manifestantes despejaram os tonéis de esterco nos portões do Grupo RBS, para então prosseguir com a marcha pela Avenida Érico Veríssimo.

Veja mais fotos da manifestação realizada nesta quinta-feira:

Fotos: Bernardo Jardim Ribeiro/Sul21

11.07.2013 - Manifesto frente à RBS e marcha até o Largo Glênio Peres.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.