Plantas medicinais para cuidar da vida

Publicado em: 26/07/2017 às 11:26

 

Com o objetivo de Cuidar da Vida teve início na terça feira, dia 25 de julho de 2017, no Assentamento Conquista da Fronteira, no Município de Hulha Negra, RS, o Curso “Produção e Uso de Plantas Medicinais na Saúde Comunitária”. 

O Curso é promovido pelo Instituto Cultural Padre Josimo, prevê duas Turmas e será realizado em seis etapas de 2 dias e meio cada etapa. Essa primeira etapa contou com a assessoria do Doutor Gilberto Bevilácqua, da Embrapa Clima Temperado, de Pelotas, RS.

O Fundo Nacional de Solidariedade, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, está apoiando financeiramente a realização deste curso, visando à formação de agentes qualificados nas comunidades para contribuir na promoção da saúde da população.

O Curso tem um enfoque essencialmente prático, sem descuidar da necessária fundamentação teórica. “Aprender fazendo e fazer aprendendo” faz parte da metodologia de aprendizagem do curso.

A abertura da primeira etapa contou com a presença da representante do MST da região da Fronteira, Silvana Krupinski, do Secretário de Governo do Município de Candiota, Artêmio Parcianello e do Bispo Diocesano de Bagé, Dom Gílio Felício.

Nas palavras de Dom Gílio, atividades como esta contribuem para realizar os apelos do Papa Francisco, de “cuidar da vida, cuidar das pessoas e cuidar da natureza”.

Com a presença de 22 pessoas vindas de várias regiões do Rio Grande do Sul, nesta primeira etapa os participantes estudam a identificação de plantas, suas propriedades medicinais, principais formas de aplicação e métodos de colheita, secagem, métodos de produção de fitoterápicos e orientações de uso.

Segundo o Doutor Bevilácquua, o mais importante, é “construir um conhecimento que gere autonomia”.

O Curso é Coordenado por Frei Wilson Zanatta, autor do Livro “Ervas Medicinais”, em quinta edição e com a Coordenação Pedagógica de Célio Cadoná, educador popular.

Fonte: MPA Brasil.

Deixe uma resposta