Parque da Ponta do Sambaqui começa a sair do papel

ponta 1

O Parque Municipal da Ponta do Sambaqui começou a sair do papel na tarde desta sexta-feira (12.4), com as visitas do chefe de Unidades de Conservação da Floram, Elias Osvaldo Pires, e do gerente de Implantação e Manejo do mesmo órgão, Mauro Costa. Eles foram foram recebidos pela presidente e vice da Associação do Bairro de Sambaqui (ABS), Sílvia Conceição Blasi e Debora Almeida Kraijnbrink, na própria Ponta.

Entre as primeiras iniciativas está a elaboração de um plano de uso do Parque denominado Annibal da Rocha Nunes Pires, o que deverá ser discutido em assembléia geral da ABS. É possível que o local seja fechado ao trânsito de veículos. Também foi ventilada a possibilidade de proibição de churrasqueiras. Elias, Sílvia e Mauro.

A idéia é valorizar toda a paisagem, o que inclui a fauna e flora, o remanescente de sambaqui e os vestígios de um antigo ancoradouro no local, além da faixa de praia e costões. A entrada do parque urbano poderá ganhar um pórtico, além de pequena edificação para a fiscalização da Floram e guias (ABS). Eventos como a Festa da Cruz, a Gincaponta e outros eventos culturais e folclóricos continuarão a acontecer.

Mauro Costa informou que fará um amplo diagnóstico das condições físicas da área, como o corte de galhos de árvores para alimentar churrasqueiras, e do potencial natural e histórico-arqueológico da Ponta do Sambaqui. Enquanto isso a diretoria da ABS continua a se articular para a audiência pública da comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal. Na próxima sexta-feira (19.4), às 9 horas, está prevista uma visita técnica dos vereadores da referida comissão à Ponta do Sambaqui.

Foto: Celso Martins

Fonte: Daqui Na Rede

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.