Paraguai expulsa embaixador da Venezuela

Por Luana Lourenço*.

Brasília – O governo do Paraguai decidiu hoje (4) declarar persona non grata e expulsar o embaixador da Venezuela no país, José Javier Arrúe De Pablo. O anúncio, feito pelo Ministério das Relações Exteriores paraguaio, também determina a retirada do embaixador paraguaio na Venezuela, Augusto Ocampos Caballero.

A decisão se deve a “graves indícios de intervenção, por parte de funcionários da República Bolivariana da Venezuela em assuntos internos da República do Paraguai”, de acordo com a agência pública de notícias paraguaia, IP. Caballero comandava a missão diplomática do Paraguai na Venezuela desde setembro de 2010.

Como não está no Paraguai, o embaixador venezuelano Arrúe de Pablo, declarado persona non grata, está automaticamente expulso do país, sem que o governo paraguaio tenha que fixar um prazo para a saída dele.

Desde a destituição do ex-presidente Fernando Lugo, que foi substituído por Federico Franco, as relações entre as novas autoridades do Paraguai e as da Venezuela estavam estremecidas depois das suspeitas de que funcionários venezuelanos, liderados pelo chanceler Nicolás Maduro, interviram para que as Forças Armadas paraguaias evitassem a saída de Lugo do poder. O impeachment de Lugo foi decidido pelo Congresso em um julgamento político polêmico e rápido, nos dias 21 e 22 de junho.

Na última segunda-feira (2), o governo paraguaio anunciou que iria investigar a atuação de Maduro durante a crise que culminou com o golpe constitucional contra Lugo. A denúncia da interferência venezuelana foi feita pela ministra da Defesa do Paraguai, María Liz García, que afirmou que Maduro instou os militares para que se levantassem contra a decisão do Congresso pelo impeachment.

Com informações da Telam.

Edição: Rivadavia Severo

*Repórter da Agência Brasil.

Imagem: Embaixador da Venezuela no Paraguai, José Javier Arrúe De Pablo. http://www.laverdad.com/

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here