Parada da Diversidade contará com primeiro carro trans

Foto: Daniel Queiroz

Por Yolanda Arceno Cardoso e Alan Christian.

A edição deste ano da Parada do Orgulho LGBT+ em Florianópolis contará com seu primeiro carro representando pessoas transexuais e travestis. A presença do carro reflete conquista das lutas trans e travestis, em um espaço que carrega a imagem da diversidade, mas ainda excluía a última letra da sigla.

“Antigamente as trans nem podiam subir nos carros” comenta Lirous K’yo Fonseca Ávila, presidente da Associação em Defesa dos Direitos Humanos (ADEH): “Eles tinham medo que se a gente subisse ficaria com os peitos de fora”. A ADEH lutou para a inclusão do carro enquanto participava da organização da parada.

Selma Light, que se apresentará na parada e é membra da ADEH, também reforça a conquista: “Eu quero que esse carro fique fixo nos outros eventos. Quero que as falas desses carros sejam mesmo sobre aquilo que a gente sofre no dia-a-dia.”

A parada deste ano foi construída de forma a ser mais inclusiva, tendo mais diversidade até na discotecagem, com a maioria dos DJs sendo mulheres: “Nós fizemos questão de representar todas as letras na parada. Então terá menina trans tocando, menina lésbica tocando, drag cantando, todas representando todo mundo.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.