Parabéns, mães guerreiras!

Mãe, mulher, trabalhadora. Mais que comemorarmos uma data comercial do Dia das Mães, queremos parabenizar as mães que lutam. Queremos aproveitar a data para fazer uma pequena reflexão sobre o papel da mulher na sociedade como mãe, que muitas vezes assume todas as tarefas e o sustento do lar, que cumpre dupla jornada de trabalho, às vezes, até tripla, das muitas mães que são agredidas pelos seus filhos e/ou companheiros, que não têm a valorização e o respeito que merecem. Lembrar das mães mulheres que são violentadas física e psicologicamente. Lembrar das mães sindicalistas que deixam seus filhos para estar à frente da luta de outras mães, mulheres e homens. Das mães de maio que em São Paulo lembram seus filhos mortos em 2006 pela polícia. Das mães discriminadas pela sua cor, credo, orientação sexual e até mesmo das mães que vendem seus corpos para sustentar seus filhos. Das mães que não têm o que comer, que foram despejadas das suas casas com seus filhos no colo pelo poder do capital.

Que esta seja uma data de muito amor sim, mas também de reflexão para todas nós mães, mulheres trabalhadoras que lutam por um mundo sem discriminação, mais justo, igualitário e humano. A todas as mães que lutam neste país e no mundo por justiça deixamos nossa fraterna lembrança não só neste Dia das Mães, mas em todos os dias da nossa caminhada.

Que nessa outra sociedade que queremos construir as mães sejam respeitadas todos os dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here