Odebrecht desiste de obra no Panamá

Por Elaine Tavares. 

A  construtora brasileira Odebrecht pediu para sair do processo de licitação que pretende construir a quarta ponte sobre o Canal do Panamá. Isso aconteceu depois de o governo daquele país “tomar as medidas necessárias” para que isso acontecesse. Ou seja, por conta de todas as denúncias de corrupção, o governo tratou de convencer a empresa de que o melhor seria sair sem alarde.

Por conta disso a Odebrecht enviou uma carta ao ministro de Obras Públicas, Ramón Arosemena, na qual comunicava oficialmente a decisão de se afastar do processo licitatório. Segundo informações colhidas nos jornais do Panamá, o ministério, que se propõe a combater a corrupção na gestão, preferiu que o grupo Odebrech desistisse de participar da obra.

A construtora brasileira já tinha se comprometido a pagar ao Panamá os primeiros 59 milhões de dólares referentes a um fundo de garantia, uma vez que está sob investigação de uma comissão especial anticorrupção, mas, mesmo assim, o governo preferiu abrir mão da empresa.

Atualmente a Odebrech tem sob seu comando uma série de obras referentes ao projeto de infraestrutura do governo panamenho, que supera os três bilhões, entre elas  está a Linha 2 do metrô e a renovação urbana da cidade de Colón, na região do Caribe. As coisas vão se fazendo difíceis para a construtora.

Com informações de Panama América.

Fonte: IELA. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.