Ocupação Amarildo Floripa – Comunicado 02

Publicado em: 23/12/2013 às 19:11
Ocupação Amarildo Floripa – Comunicado 02

Direto do Km 06, pertinho do Sonho, Moradia Popular conquistada ao lado do Rio Ratones, SC 401.

Dia de celebrar, mês novo, ano1.

Somos todos Amarildo, somos todos Parentes!

Em madrugada da segunda-feira passada caminhamos um pouco mais para frente na luta da emancipação popular, escolhemos como nosso chão aterra batida, fomos ladeados pelo mato cheroso e tivemos por teto as estrelas e a Lua. Hoje celebramos oito dias de organização e resistência.

Somos todos Amarildo, somos todos parentes! A luta pelo Bem Viver ganhou novos aliados nos seus oito dias de vida, hoje chegaram os parentes indígenas, os lutadores da terra ancestral. E nossa Ocupação ficou então com a cara do Brasileiro!

Na frente que seguimos vai organizado o povo nosso, o povo Brasileiro que nos falaram os nossos professores companheiros Darcy Ribeiro, Vania Bambirra, Rui Mauro Marini, Paulo Freire, Antonieta de Barros, Caio Prado, Patricia Galvão (PAGU) e Florestan Fernandes. Aqui tem os nossos fortes, tem o índio, o negro, o sertanejo, o trabalhador, o moreno, o branco, todos tendo em comum a origem humilde e a coragem indômita. Cada um tem o sangue do Sepe Tiaruju, do Zumbi, do Che, do Carlos Mariguella, do Carlos Lamarca, da Dina, do Osvaldão, do Prestes, do Chávez, do Sandino, do Camilo, do Bacuri, do Gregório Bezerra, do Chico Mendes e de muitos outros lutadores do povo que encharcaram o nosso solo com suas vidas e sonhos.

Nossa Ocupação está crescendo e nosso povo está para tudo nesses tempos, está como a massa do pão que de muita sovada cresce, dobra de tamanho e fica pronta para virar o alimento sagrado.

Lutar para conquistar o Trabalho, a Terra, o Teto e a Liberdade é luta de pouquinho a pouquinho por dia até o infinito, é uma luta de todos e todas, é uma luta em que cada companheiro e companheira torna-se imprescindível.

Chamamos todos e todas a se solidarizarem com a gente. Venham dividir o pão, a causa e os sonhos. Aproveitem que é Natal e venham compartilhar calor humano e companhia.

Agradecemos o apoio recebido dos Sindicatos, Partidos, Organizações, Companheiros e Companheiras, Movimentos e Coletivos Políticos. Agradecemos em especial aos jovens que vão e vem, esses anjos rebeldes da casca grossa fazem a diferença no nosso quotidiano.

Todo dia que vai passar fortalecerá nosso projeto de Moradia Popular, somos o Povo Organizado, estamos juntos e somos fortes.

Aqui vamos seguir em pé, nunca mais de joelhos!
Reforma Agrária popular já!

Deixe uma resposta