Ocupa Tudo, UFRGS

ufrgsPor André Simões, Porto Alegre.

No final da tarde de ontem (31) foi deliberada, em assembleias de cursos na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), a ocupação do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), a Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (FABICO), os cursos de Arquitetura e Design, Psicologia, Serviço Social e Fonoaudiologia. Durante a manhã, também foi ocupada a Faculdade de Educação (FACED). Este movimento se soma às ocupações do Instituto de Letras e do Campus Litoral Norte da universidade.

O motivo das ocupações é a contrariedade dos estudantes perante os ataques aos direitos sociais feitos pelo governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB), em especial ao Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 55/2016 (antes PEC 241) e contra a Medida Provisória (MP) 746/2016 da Reforma do Ensino Médio.

Assembleia histórica no IFCH

Em assembleia histórica com presença de quase 300 estudantes, os cursos de Ciências Sociais, Filosofia, História e Políticas Públicas decidiram pela ocupação do IFCH, paralisando já no dia de ontem as aulas. A assembleia contou com a presença de técnicos-administrativos e alguns professores.

Os cursos das áreas humanísticas são um dos mais atingidos pela MP do Ensino Médio, que pretende destruir uma conquista histórica do pós-ditadura, que é a possibilidade de reflexão crítica sobre a sociedade que estas áreas proporcionam. Demostra que os ataques de Temer são tanto no terreno econômico, no político, como no terreno ideológico e cultural.

Agora será importante continuar a ampliação para outros cursos, realizar aulas públicas sobre a MP e a PEC do Fim do Mundo e construir um Comando Unificado com representantes dos cursos para dar procedimento ao movimento.

Ocupa Tudo, UFRGS!

Foto: Juliana Bimbi.

Fonte: Esquerda Online.

Você precisa estar logado para postar um comentário Login