Noruega paralisa repasses para a proteção da Amazônia

Ministro do Clima e Meio Ambiente anunciou suspensão de R$ 130 milhões para o Brasil; a Noruega é a principal doadora do Fundo Amazônia

Vista aérea próxima de Manaus. Fonte: Wikipedia.

O ministro do Clima e Meio Ambiente da Noruega, Ola Elvestuen, anunciou nesta quinta-feira (15) a suspensão dos repasses de 300 milhões de coroas norueguesas, o equivalente a R$ 133 milhões, a medidas para conter o desmatamento na Amazônia.

A informação foi publicada pelo jornal norueguês Dagens Næringslaiv . A publicação lembra que o país nórdico trabalha há dez anos em estreita colaboração com o Brasil para proteger a Amazônia e, neste período, doou 8,3 bilhões de coroas norueguesas, ou cerca de R$ 3,69 bilhões, para o fundo brasileiro cujo objetivo é conter o desflorestamento.

Leia mais: Alemanha suspende financiamento de R$ 155 milhões a projetos de preservação na Amazônia

A gestão do Fundo Amazônia , cujo principal doador é a Noruega , seguido pela Alemanha, virou alvo de controvérsia nos últimos meses, depois que o ministro Ricardo Salles começou a criticar a destinação dos recursos e a forma como eles vêm sendo geridos. O governo quer utilizar parte dos recursos para indenizar ruralistas por desapropriações de terras em unidades de conservação. Os governos europeus são contrários à medida.

Salles diz também haver suposta falta de “sinergia” e visão “estratégica” na aplicação dos recursos. Segundo ele, o fundo teria se transformado num mecanismo de mera distribuição de recursos sem dispositivos de avaliação dos resultados, o que colocaria em risco os objetivos estabelecidos para a sua própria constituição.

Veja mais: Educação em luta no Extremo-Oeste de Santa Catarina.

O jornal O Globo  entrou em contato com o Ministério do Meio Ambiente brasileiro e com a Embaixada da Noruega, mas ainda não obteve resposta.

A Alemanha já havia anunciado o corte de repasses ao Brasil, mas a projetos de preservação da floresta que não estavam ligados ao Fundo Amazônia . O governo brasileiro reagiu afirmando não precisar do dinheiro do país europeu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.