Ney Matogrosso: Sociedade brasileira é mais homofóbica hoje do que na época do Secos & Molhados

O cantor participou, neste sábado (13), da Flip e lançou a biografia “Primavera nos Dentes”, que aborda parte da história de seu antigo grupo musical

Imagem: Reprodução

O cantor Ney Matogrosso classificou a sociedade brasileira como mais homofóbica atualmente, se comparada à época do Secos & Molhados. “Eu acho a sociedade brasileira mais homofóbica hoje”, disse, em comparação a 1973, quando o primeiro —e único— disco da banda foi lançado.

Ele participou, neste sábado (13), da Flip – Festa Literária Internacional de Paraty e lançou a biografia “Primavera nos Dentes”, que aborda parte da história de seu antigo grupo musical.

Ney revelou que não podia ter medo de fazer parte da banda que apresentava três homens de rosto pintado e figurinos incomuns. “Depois do primeiro impacto, estabelecemos uma intimidade com o público, mas não foi tudo sempre cor-de-rosa. Enfrentei 5.000 pessoas me xingando, mas também tinha outras 5.000 me apoiando”, lembrou Ney.

Sempre com performances repletas de detalhes, brilhos e referências femininas, o cantor garantiu que não está no palco para conquistar ninguém romanticamente. “Eu estou me exibindo artisticamente. Eu faço para todas as pessoas, não para homens ou mulheres”, destacou o artista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.