Não só vou soltar sua mão, como vou esmurrar sua cara! Por James Ratiere

Foto: Henrique Almeida/Agecom UFSC

Por James Ratiere para Desacato.info

Não sei realmente o quanto estamos dormindo, ouvindo esses gritos e vendo tantos jovens aqui nesta assembleia, parece que algo acordou. Mas não. Aqui mesmo houve as brigas e rachaduras, vieses políticos interferem diretamente na união das pessoas hoje, a politização e polarização não é só direita e esquerda, é esquerda e esquerda, direita e direita, isentos e isentos. 

O sonho de ninguém solta a mão de ninguém termina quando o outro não concorda com a “minha ideia de revolução”. Sim, senhores, continuamos errando, continuamos acreditando que brigar entre nós mesmos vai trazer algo de bom, mas só nos enfraquece, nos limita e nenhuma solução real sai de discussões com palavras torpes e até ameaças corporais. 

A universidade tá acabando, tem gente que não liga, tem dinheiro pra pagar o Restaurante Privatizado, o Hospital Escola estilo Grey’s Anatomy. Pelegos tomam a frente de tudo, quebrando os encaminhamentos, votando três ou quatro vezes pra confundir nossas opiniões. 

A universidade é o retrato do país, racismo e xenofobia, não querendo deixar imigrante preto falar, tentando acovardar mulheres que estão à frente das coisas, usando de violência machista para seus gritos terem atenção. 

Precisamos de uma nova estratégia e não é colocar homens como ideias, nem brigar entre nós. Precisamos vencer o desmonte de tudo que foi suado e conquistado com luta, com morte de muitos, com silenciamento de outros tantos. Precisamos crescer, parar de olhar pra nós, nossas concepções, nossas crenças como único caminho, vamos nos juntar e construir uma solução, um suporte, um caminho. 

Apenas assim poderemos acabar com essa máquina de moer pobres, excluídos, pretos, indígenas e outros mais. 

Acorda, juventude! Se repetirmos os erros dos velhos que estão sentados em suas cadeiras confortáveis com a destruição desse país, não teremos mais país.

 _

James Ratiere é estudante de Jornalismo e escritor nas horas vagas desde os 14 anos.

A opinião do/a autor/a não necessariamente representa a opinião de Desacato.info.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.