MST ocupa Incra em Santa Catarina

Por Juliana Adriano.

Na manhã desta terça feira (17), cerca de 300 família realizam ocupação do INCRA/SC. A mobilização faz parte da Jornada Nacional de Luta pela Reforma Agrária e da Jornada de Lutas de Outubro.

Como parte da Jornada pela Reforma Agrária inúmeras ocupações de terras vem sendo realizadas desde a semana passada, incluindo as realizadas em Calmon e Dr Pedrinho em SC. Bem como o INCRA em vários estados e na manhã de hoje cerca de 1.000 Sem Terra ocupam o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. O MST denuncia o desmonte da Reforma, que é expressa no corte do orçamento do INCRA.

Em relação a 2017, a proposta de Orçamento de 2018 para a obtenção de terras sofreu um corte de 86,7%, passando de R$ 257,023 milhões para R$ 34,291 milhões. No mesmo período, os recursos para assistência técnica aos assentados caem de R$ 85,403 milhões para R$ 12,636 milhões (85,2%). O Orçamento passa ainda de R$ 318,627 milhões para R$ 750 mil (corte de 99,8%) para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA); de R$ 242,524 milhões para R$ 75,349 milhões (corte de 69%) para o desenvolvimento dos assentamentos; e de R$ 14,800 milhões para R$ 2,053 milhões (corte de 86,1%) para promoção da educação no campo.

Amanhã a atividade será conjunta com a Frente Brasil Popular e acontecerá em quatro pontos de SC: Florianópolis, Chapecó, Xanxerê e São Miguel do Oeste. Em Florianópolis a atividade deverá ser na Assembleia Legislativa, como forma de pressionar os deputados a se posicionarem contrários as reformas do Governo Temer, sobretudo a Reforma da Previdência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.