Moro pode decretar prisão preventiva de Dilma e Zé Eduardo Cardoso

Publicado em: 13/05/2017 às 13:32
Moro pode decretar prisão preventiva de Dilma e Zé Eduardo Cardoso

Por Renato Rovai.

Há na delação de Mônica Moura, esposa do marqueteiro João Santana, um trecho que pode vir a ser utilizado pelo juiz Sérgio Moro para decretar a prisão preventiva da ex-presidente Dilma Rousseff e do ex-ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, na opinião de um importante advogado criminalista ouvido ontem pelo blogue.

Ele entende que o mesmo argumento que levou à prisão Delcídio do Amaral pode ser utilizado contra ambos. Eles seriam acusados de ter tentado atrapalhar as investigações da Lava Jato por terem revelado ao casal de marqueteiros informações de que estariam na mira da Operação. E no caso de Dilma, por ela tê-los orientado a destruir provas.

O ministro Edson Fachin encaminhou ontem o envio de trechos das delações de João Santana e Mônica Moura ao juiz federal Sérgio Moro.

O mesmo advogado considera que seria muito grave essa decisão de Moro, já que as provas apresentadas pelos marqueteiros para embasar a denúncia são extremamente frágeis. Mas na sua opinião o juiz curitibano pode fazer isso exatamente para testar qual seria a reação do PT e dos movimentos sociais.

Ou seja, como num jogo de xadrez, primeiro avançaria sobre a rainha, pra depois dar o xeque mate no rei, que neste caso é o ex-presidente Lula.

Fonte: Jornal GGN. 

Deixe uma resposta