México: Evidências de irregularidades nas atas

Membros do movimento estudantil mexicano Yo Soy 132 denunciaram nesta segunda-feira que as eleições presidenciais no país foram marcadas por irregularidades que provocaram uma “onda de violência”. Os estudantes, que montaram um acampamento no Monumento à Revolução, na Cidade do México, falaram à imprensa local que cerca de 500 práticas irregulares foram registradas durante a votação no domingo. Segundo Sandino Bucio, um dos manifestantes, há delitos graves entre as fraudes registradas.

“Policiais roubaram urnas e houve tiroteios. Também nos relataram um caso muito grave de que sequestraram mesários”, disse Bucio. Houve denúncias em “Pueblo Nuevo, (no Estado de) Chiapas (sul do país), onde grupos armados entraram nas cabines e duas pessoas foram mortas”, afirmou o manifestante. “Em San Miguel Totolopan, no Estado de Guerrero (sudoeste), sabemos que preencheram urnas (ilegalmente). Em San Juan Chamula, em Chiapas, grupos armados com metralhadoras dispararam contra eleitores. Em Ensenada, Baja California (oeste), um mesário desapareceu com 2,5 mil bilhetes”, disse Bucio.

Segundo os estudantes, de todas as denúncias feitas a eles, 46% corresponde a compra de votos, 30% a irregularidades nas cabines eleitorais e 19% a propaganda. Angélica Pérez Padilla, outra integrante do movimento Yo Soy 132, disse que, entre os registros presenciais, houve 110 registros de suborno. As irregularidades nas eleições mexicanas foram registradas no site Contamos .

Começam a a aparecer as atas com irregularidades nas atas do PREP. A continuação várias atas que demonstram irregularidades no PREP (Programa de Resultados Eleitorais Preliminares).

Chiapas: Tem 688 cédulas e sobraram 89. Ou seja, votaram 599. Mas resulta que só tem 464 votos na urna. Além do mais, no PREP tiram 6 votos a Movimento Cidadão.

Sinaloa: A ata deixa em evidência que no PREP inventaram 100 votos a Peña Nieto e tiraram 63 do Andrés López Obrador (AMLO).


Tiram votos do AMLO. Ata do Distrito Federal.

Puebla: o capturista conseguiu os votos do PAN e do PRI, mas não do AMLO.

Edomex: Os votos para AMLO são claríssimos, mas no PREP são “ilegíveis”:

Edomex: Além das contas não fecharem (registram um voto a menos). No PREP 24 votos de AMLO são ilegíveis.

Com informações da TeleSur.

http://www.blogdeizquierda.com/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here