Medida Provisória da ‘carteirinha estudantil bolsonarista’ perde validade

Foto ilustrativa de carteirinha de estudante

A Medida Provisória que criou a carteirinha estudantil do Ministério da Educação (MEC), chamada de ID Estudantil, perdeu a validade neste domingo (16). A medida não entrou em votação na pauta do Congresso Nacional.

Como a MP não foi votada, a “ID Estudantil bolsonarista” não poderá mais ser expedida a partir desta segunda-feira (17). Com isso, a medida que visava estrangular financeiramente as entidades estudantis (UNE e Ubes) perde também o seu objetivo político.

Leia mais: MEC processa 30 professores da UFF por voto em conselho universitário há 12 anos

Por lei, o governo não pode apresentar outra medida provisória sobre o mesmo tema até o final do ano. Entretanto, quem tirou a carteirinha do MEC poderá continuar usando até dezembro.

O documento dá acesso à meia-entrada em eventos culturais e esportivos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.