Marinez achou que sua vida ia mudar mas a Dataprev não quis

Após dois anos de batalha judicial, Marinez Piovezan de Oliveira, retornaria hoje, dia 8 de junho, ao seu local de trabalho na Dataprev.

Por Rosângela Bion de Assis, texto e imagens, para Desacato.info

Em junho de 2015, ela foi demitida mesmo estando em tratamento médico, aguardando uma cirurgia e possuindo uma CAT (Comunicado de Acidente de Trabalho).

Ontem ela chegou cedo no prédio da Dataprev, da rua Padre Roma, em Florianópolis, pensando em retomar sua vida laboral. Mas a decisão liminar de segunda instância, conquistada pela assessoria jurídica do Sindpd/SC (Sindicato dos trabalhdores em Processamento de Dados em SC) não foi cumprida pela Dataprev.

Marinez terá que prosseguir sua luta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.