Marcha da Maconha mobiliza 31 cidades pela legalização do plantio

maconha

Depois de o Rio de Janeiro levar 2 mil pessoas às ruas pela legalização da maconha no último sábado 9, 31 cidades planejam marchar em favor da legalização do plantio da erva, proibido no Brasil.Movimento social autônomo, a Marcha da Maconha organiza passeatas desde 2007 sem lideranças e hierarquias, no modelo de gestão horizontal popularizado pelo Movimento Passe Livre (MPL) nas manifestações de junho de 2013.

Neste ano, o grupo frisa em seu blog, sitepágina no Facebook que o protesto irá “exigir a legalização da produção, circulação e uso da cannabis no Brasil”. A intenção é garantir que a discussão não se restrinja à regulamentação da produção medicinal. “Não marchamos pelo CBD, THC ou qualquer outra sigla que interesse à Indústria Farmacêutica e seus lucros exorbitantes”, diz o manifesto. “Queremos a legalização da maconha por completo e para seus mais variados fins, do uso medicinal ao recreativo. Não daremos nenhum passo atrás.”

De acordo com os ativistas, a proibição das drogas fez o Brasil ter 200 mil pessoas “enjauladas por terem alguma ligação com o mercado das drogas”. “A proibição já se mostrou ineficaz em cumprir seu papel […] de controlar o uso de substâncias e plantas ilícitas, que a cada ano estão mais acessíveis.”

No manifesto nacional, a Marcha da Maconha defende que não cabe ao Estado controlar a conduta individual que não afeta a vida de terceiros, como o uso de maconha. “Assim como feministas levantam a bandeira do direito ao próprio corpo, nós, antiproibicionistas, somamos nossas vozes nessa luta pela liberdade e contra a ingerência do Estado, que, embora nos acuse, é o verdadeiro criminoso.”

Confira a agenda de protestos:

16/5
– Porto Alegre, nos Arcos da Redenção, às 16h20
– Niterói (RJ), no terminal de ônibus da cidade, às 14h20

17/5
– Belém, praça da República, 16h20
– Recife, local não definido, 16h20
– Aracaju, Arcos da Orla, 14h20)

23/5
– São Paulo, vão do Masp, às 14h20
– Vitória, UFES, às 14h20.
– Contagem (MG), Paulo Pinheiro Chagas, 16h20

24/5
– Salvador, Campo Grande, 12h,
– Santos, Ppraça da Independência, 14h
– Fortaleza, estátua de Iracema, 14h

29/5
– Juiz de Fora (MG), Parque Halfeld, 14h20
– Foz do Iguaçu (PR), Zoológico Municipal, 16h20
– Natal, Arena das Dunas, 16h20

30/5
– São Carlos (SP), local não definido, 16h20
– Belo Horizonte, Praça da Estação, 16h20
– São Gonçalo, Praça Zé Garoto, 16h20
– Brasília, Museu Nacional, 16h20
– Santo André, Paço Municipal, 14h20
– Ribeirão Preto, Esplanada Don Pedro II, 14h
– Florianópolis, Trapiche da Beira Mar, 16h20

6/6
– Guarulhos (SP), Fórum, 14h
– João Pessoa, Mangabeira, 15h

13/6
– Largo do Rosário, 14h

14/6
Palmas, Av. Palmas Brasil, 16h20

26/6
Chapecó, Praça Cel. Ernesto Bertaso,

27/6
– Atibaia, Praça da matriz, 16h20)

10/10
– Gravataí, Parcão da 79, 14h20

Carta Capital 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.