Mapa do Coração

Por Raul Longo.

Siga toda vida

pela estrada da esperança.

Atravesse a tênue

ponte da luz.

 

Não dobre,

não vire.

Direita ou esquerda

é sempre atrás do sonho.

 

E do sono

somente o sonho

é definitivo

(mais do que a morte).

 

Siga rumo norte.

Preste atenção

no primeiro olhar sincero.

 

Mas não se engane:

pode ser de uma criança

ou de um velho.

 

Até pode ser o de uma mulher,

sem rosas na mão.

 

Só não pode a solidão.

 

Pode ser o moço

que fui amanhã,

do passado

que jamais serei ontem.

 

Preste muita atenção

no silêncio de um olhar sincero.

 

Ali eu moro,

é minha casa:

sem portas

e sem chaves.

 

Sem janelas

e cortinas.

Sem segredos,

nem mistérios.

 

Preste atenção no

silêncio

e – por favor –

não fale alto.

 

Entre calma e sorrateira.

Não me assuste

e nem me acorde.

Nunca durmo,

mas posso estar te amando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here