Manifestação em Bilbau contra as medidas aplicadas aos presos

ASEH/Diário Liberdade.- A mobilização partiu de La Casilla depois das 17h30, com o lema «Salbuespen neurriak indargabetu. Konponbide garaia da» [Revogação das medidas de excepção. É tempo de soluções], e terminou uma hora mais tarde na Câmara Municipal. A chuva foi uma presença constante, o que imprimiu à mobilização um ritmo mais acelerado do que é habitual nestas ocasiões. Quando a manifestação chegou à Câmara, ainda havia gente em Zabalburu.

A faixa foi levada por representantes das organizações signatárias do Acordo de Gernika, e junto a ela seguiam também os ex-presos Juan Mari Igarataundi, recentemente libertado, e Jon Agirre, que foi posto em liberdade há um ano, depois de passar três décadas na prisão.

«Presoak kalera, amnistia osoa» [os presos para a rua, amnistia geral] e «amnistiarik gabe, bakerik ez» [sem amnistia não há paz] foram as palavras de ordem que mais se fizeram ouvir entre os manifestantes, entre os quais se encontravam José Mari Pérez,Txuri, e José Ignazio Gaztañaga, que, juntamente com Juan Mari Igarataundi, foram libertados depois de o Tribunal Constitucional ter deferido os seus recursos contra a aplicação da chamada «doutrina Parot». Os três receberam um pequeno ongietorri no início da mobilização.

Junto a eles também se viam os ex-prisioneiros Gloria Rekarte, Cándido Zubikarai, Carlos Pérez Ojuel, Carlos Ezkurra e Asier Aranguren, entre outros.

Do espectro político, estiveram presentes Rufi Etxeberria, Hasier Arraiz, Joseba Permach e Maribi Ugarteburu (esquerda abertzale), os deputados da Amaiur Xabier Mikel Errekondo, Iñaki Antigüedad e Maite Aristegi; Unai Ziarreta e Pello Urizar (EA); Oskar Matute (Alternatiba), e Dani Maeztu (Aralar), entre outros.
Faixas por Iñigo Cabacas
À passagem por Abando, os manifestantes aplaudiram duas faixas em que se evocava Iñigo Cabacas e se denunciava a violência policial, intensificando-se os gritos de «Herriak ez du barkatuko» [o povo não perdoará].
O acto final foi conduzido pela membro da Etxerat Jone Artola, irmã do preso Joseba Artola, e por Isabel Castro, do sindicato ESK.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.