Mais uma vergonha produzida e protagonizada pelo Itamaraty, e vão…

Itamaraty censura filme de Chico Buarque no Uruguai
A embaixada brasileira no Uruguai avisou aos produtores do evento que o filme, que narra a trajetória musical de Chico nos últimos 50 anos, estava proibido de integrar mostra.

 

A JBM Producciones do Uruguai comunicou ao diretor Miguel Faria Junior que seu filme “Chico: Artista Brasileiro”, 2015, sobre o grande músico brasileiro, foi censurado pela Embaixada brasileira em Montevidéu. A Embaixada, uma das patrocinadoras do Festival Cine de Brasil 2019, a ser realizada em outubro, avisou aos produtores do evento que o filme, que narra a trajetória musical de Chico nos últimos 50 anos, estava proibido de integrar a mostra. Leia abaixo a carta enviada pela produtora ao diretor Miguel Faria: ”

“Caro Miguel
Gostaria de informar como finalmente chegar à estreia de CHICO no Uruguai. Juntamente com a nossa parceira ENEC, que também é distribuidora de expositores, planejávamos lançar o filme no Brazilian Film Festival 2019, que acontecerá no meio do festival e patrocinado pela Embaixada do Brasil em Montevidéu. O recebimento incorreto de uma mensagem surpresa do expositor determina que ele será solicitado a “pedir” para não exibir o filme CHICO neste festival. Se isso é lógico devido à situação política no Brasil, no Uruguai é muito sério censurar a exibição de um filme se, neste caso, a JMB Filmes de Uruguay é um distribuidor e esse ato afeta outros interesses. Em anexo, mas depois uma cópia da mensagem oficial da ENEC (devido aos parceiros sociais da ALFA / BETA) comunicando e arquivando o arquivo de áudio de uma assistente de uma dama, suponha, do Brasil, que adverte a sala da vergonha de Brasil no Uruguai “.

As informações são de Ancelmo Gois, no Globo.

Imagem tomada de: https://jornaldebrasilia.com.br

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.