Mais de 60 mulheres foram assassinadas vítimas de feminicídio este ano em MT

Foto: Reprodução.

Em todo o Brasil segundo dados do canal 180 de denúncias de violência contra a mulher foi recebido 72.839 queixas apenas no primeiro semestre deste ano. Segundo o Ministério dos Direitos Humanos (MDH), o balanço engloba violência psicológica, cárcere privado, homicídio e outros crimes.

A violência física foi o crime mais registrado no primeiro semestre deste ano, com 34 mil casos, seguida da violência psicológica, com 24.378, e da violência sexual, correspondendo a 5.978 caso.

Em Mato Grosso, um Levantamento feito pela Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEAC) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) demonstra que 66 mulheres foram assassinadas vítimas de feminicídio em todo o estado de janeiro a 15 de outubro deste ano. Os dados são obtidos com base no Sistema de Registro de Ocorrências Policiais (SROP), que incluem os boletins feitos em atendimento pela Polícia Militar (PM-MT) e Polícia Judiciária Civil (PJC-MT).

Entre as motivações dos crimes de vítimas do sexo feminino, 50% são passionais, ou seja, praticados no âmbito da violência doméstica e familiar ou com existência de vínculo amoroso entre a vítima e o agressor.

Os casos ocorreram em 40 municípios, sendo que em alguns foram registrados mais de um. Várzea Grande apresentou o maior número de feminicídio até o momento. Já em Rondonópolis foram contabilizados cinco casos nesse período.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.