Mais de 100 residências foram atingidas por vento forte nesta madrugada em São Miguel do Oeste/SC

2017-06-08 10:11
Mais de 100 residências foram atingidas por vento forte nesta madrugada em São Miguel do Oeste/SC

Conforme a Defesa Civil Municipal, foram nove minutos de ventos fortes, entre às 05h e 05h09. Foi o suficiente para destelhar mais de 100 residências. Árvores foram arrancadas, toldos de empresas e até postes de iluminação. Os locais mais afetados foram o bairro Sagrado Coração, Salete, parte do Andreatta e proximidades do Hospital São Miguel, em São Miguel do Oeste/SC. Não há registro de nenhuma pessoa ferida.

2d582218-6dc9-4774-bff6-0f8ef1f47402

A Escola e a creche do bairro Salete perderam parte de seus telhados e tiveram que suspender as aulas. A UPA 24h também ficou parcialmente destelhada. De acordo com o coordenador da Defesa Civil Municipal, Jeferson Dias, a equipe da prefeitura está nas ruas desde minutos após a ocorrência. Uma equipe trabalha na remoção de galhos e árvores que estão obstruindo ruas.

A Celesc trabalha para reestabelecer a energia elétrica da área central da cidade. Em torno de 8 mil unidades consumidores ficaram sem energia elétrica, e seis mil continuam nesta situação. A Casan também ficou sem energia elétrica, o que deve ocasionar falta de água nas próximas horas. Os Bombeiros já distribuíram cerca de 3 mil metros quadrados de lona para colocar nas casas que foram destelhadas. A Defesa Civil adquiriu lonas. Quem precisar, deve retirar com os Bombeiros.

88b4cd1c-243b-41ee-9442-d41a8b4419c4

Às 08h30min foi realizada uma reunião no quartel do Corpo de Bombeiros, com a presença da Defesa Civil Municipal e Regional, Administração Municipal, Exército, Polícia Militar e Agência de Desenvolvimento Regional, a fim de traçar um panorama da situação.

Outra preocupação é que as chuvas devem perdurar durante o dia, com previsão de 60mm. A Defesa Civil pede que as pessoas tenham cuidado ao subir nas casas para arrumar telhados, tendo em vista a intensa umidade, que pode ocasionar acidentes. O prefeito, Wilson Trevisan, estuda a possibilidade de decretar situação de emergência no município.

Fonte: São Miguel do Oeste.SC.

Deixe uma resposta