Lula será julgado pelo TRF-4 antes das eleições 2018, confirma desembargador

ltt_posse-desemb-2382_550-500x295
Desembargadores Gebran, Paulsen e Muniz do TRF-4 – Foto: Justiça Federal

Jornal GGN – O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o desembargador Carlos Eduardo Thompson, confirmou que a Corte julgará o processo contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva antes das eleições de 2018, conforme divulgou o GGN.

“Posso afirmar com quase absoluta certeza que antes da eleição esse processo já estará pautado e julgado no tribunal”, disse em entrevista à Rádio BandNews FM.
Condenado a nove anos e seis meses de prisão e 19 anos de inelegibilidade pelo juiz Sérgio Moro, da Vara Federal de Curitiba, a sentença contra o ex-presidente precisaria ser confirmada pela segunda instância para passar a valer.
Dessa forma, o presidente do TRF-4 trouxe os indicativos de que Lula poderá estar inelegível e não conseguirá disputar as eleições à Presidência da República no próximo ano, conforme pretende e reafirmou no pronunciamento feito agora há pouco.
Conforme divulgamos, o fator “eleições 2018” que guardam relação direta com uma das penas impostas pelo juiz de primeira instância do Paraná motiva a agilidade na tramitação do recurso no TRF-4.
Na entrevista, entretanto, Carlos Eduardo Thompson negou haver pressão ou mais rapidez para o caso ser decidido. Segundo ele, seguirá o curso natural do processo.
Antes de seguir para a 8ª Turma do TRF-4, ainda cabe recurso dentro da própria Vara Federal de Curitiba, com embargo de declaração. Tanto a defesa de Lula como o Ministério Público Federal (MPF) devem recorrer, este último pedindo um aumento da pena.
Somente então o caso é encaminhado à segunda instância, quando os procuradores da República também são consultados. Em seguida, o relator dos casos de Moro no TRF-4, João Pedro Gebran Neto, conduz o processo, com a elaboração de seu voto, que é analisado pela 8ª Turma, formada por três desembargadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.