Líder quilombola assassinado

Informe enviado por Mayara Santos.

O assassinato do líder Quilombola Flavio Gabriel Pacifico dos Santos, o Binho de Palmares, é um grave crime político que precisa ser apurado com rigor. Ele é a nona vítima neste ano em nosso estado da perseguição criminosa a lideranças quilombolas. Binho de Palmares foi assassinado cruelmente, num claro crime de mando que teve como objetivo calar a sua voz, interromper a sua atuação em defesa dos territórios quilombolas.

O retrocesso nas políticas nacionais de garantia de direitos às comunidades remanescentes de quilombos, consequência do golpe, tem relação direita com o recrudescimento da violência no campo. Entrei em contato com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, que assegurou esforços no sentido de dar rápida elucidação a este caso. Deixamos o nosso pesar à sua esposa, Maria Bernadete Pacífico, à sua família, aos amigos e à toda comunidade quilombola, que sofre com a perda de um líder que tanto lutou por mais dignidade.

Dep. Jorge Solla (PT-BA)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.