Líder da Renamo prolonga trégua em Moçambique

Afonso Dhlakama. Foto: Adrien Barbier
Afonso Dhlakama. Foto: Adrien Barbier

Por Alcídio do Rosário para Diário Liberdade – Maputo.

O líder do partido Renamo (Resistência Nacional Moçambicana), Afonso Dhlakama, anunciou na manhã desta terça-feira o prolongamento de trégua, por mais 60 dias, entre o Governo da República de Moçambique e o braço armado daquele maior partido da oposição moçambicana. Segundo Afonso Dhlakama, este prolongamento resulta da conversa telefónica que manteve com o Chefe de Estado moçambicano, Camarada Filipe Jacinto Nyusi.

Importa frisar que Moçambique atravessa uma instabilidade política-militar, devido a não aceitação dos resultados das eleições gerais, legislativas e presidenciais, de 2014, que conferiram vitória ao Partido Frelimo e seu candidato, Filipe Nyusi. Por seu turno, a Renamo, reclama a governação das 6 províncias (Sofala, Manica, Tete, Zambézia, Nampula e Niassa) onde alegadamente sagrou-se vencedora. Como forma de pressionar o governo a ceder a governação das 6 províncias, a Renamo iniciou ataques armados contra as Forças de Defesa e Segurança, alvos civís e instituições do Estado, em alguns pontos das zonas centro e norte do país. Esta situação obrigou a que a circulação automóvel, nas zonas em causa, fosse possível com escolta militar.

Fonte: Diário Liberdade.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.