Laércio Luiz, artista pesquisador em pigmentos naturais, expõe no Museu Histórico de Santa Catarina

Publicado em: 30/01/2014 às 10:34
Laércio Luiz, artista pesquisador em pigmentos naturais, expõe no Museu Histórico de Santa Catarina

conviteArtista, que expõe pinturas e objetos, também realiza oficina gratuita de Pigmentos Naturais

A exposição “A Eterna Procura da Cidade Azul” do artista Laércio Luiz, com curadoria de Franzoi para a sala Martinho de Haro do Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Sousa, em Florianópolis, reunirá 27 trabalhos que abrangem uma produção de pinturas e objetos criados entre 1989 e 2013. A mostra abrirá no dia 6 de fevereiro, às 19h30, e conta com o apoio do governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte/Fundação Catarinense de Cultura com recursos do Fundo Cultural (Funcultural). O projeto, que conta também com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes, prevê uma conversa de artista no dia 19 de fevereiro e uma oficina Pigmentos Naturais com dois turnos, um matutino e outro vespertino. As duas ações, oficina e conversa, ocorrerão no mesmo dia. (Veja o serviço abaixo).

Com 20 anos de pesquisa sobre os pigmentos naturais, Laércio Luiz desejou compartilhar os resultados de uma longa atividade que embasou uma produção artística sintonizada com a natureza. Da terra, das pedras, das plantas, das folhas, raízes, seivas e de nódoas, ele recolhe e cataloga material que, em misturas alquímicas ou bem simples, transforma em cores numa larga paleta. Vermelho, azul, verde, laranja, ocre, roxo, magenta, bordô, amarelo, amarelo ouro. Preto, extraído de areias. O marrom de alguns húmus, de cogumelos. Por seu caráter inédito e profundo, o trabalho de duas décadas merece um novo olhar.

Em Florianópolis, onde vive, Laércio Luiz potencializa a sua pesquisa em torno dos pigmentos naturais. Sob a chancela do curador, verifica-se a trajetória, os caminhos adotados e outras possibilidades no cotidiano de um artista que transita num viés regional, com forte atuação como arte educador e um escultor inserido com mais de dez trabalhos na arte urbana da cidade.

O conceito curatorial proposto é o diálogo entre a produção artística do passado e a contemporânea, inédita. Os 27 trabalhos abarcam oito séries: “Entropia da cor” (1987-88), “Autorretrato” (1989), “Neo orgânico” (1990), “Portais” (1994), “Espírito” (1992-94), “Poesias sopradas” (1994), “Somos todos iguais” (2012) e “Objetos extraídos” (2013).

A poética de Laércio Luiz bebe nas fontes de Meyer Filho, Eli Heil e Franklin Cascaes, com referência no imaginário simbólico da Ilha de Santa Catarina. O artista investiga a cultura no espaço e no tempo, envolvendo crenças, costumes, linguagem, mitos, religião, rituais, valores, entre outros aspectos ligados a antropologia cultural.

“Ao apresentar pinturas a partir de pigmentos extraídos da natureza, o artista provoca uma reação alquímica-pictórica, ao mesmo tempo em que estabelece uma aproximação entre o universo fantástico, o folclórico e o naturalismo da Ilha. Derruba barreiras quanto à extração da cor do veio da terra e alcança resultados surpreendentes em diferentes tonalidades”, situa o curador Franzoi.

Ficha técnica

Projeto: “A Eterna Procura da Cidade Azul”, do artista Laércio Luiz, prevê exposição, oficina Pigmentos Naturais, produção de catálogo e conversa de artista.

Elaboração de projeto: Fernanda Alves

Produção: Paloma Brum

Curadoria e expografia: Franzoi

Projeto gráfico: Chris Dalla Costa

Fotografia: Guilherme Dimatos, Marcus Quint e Néri Pedroso

Assessoria de imprensa: Néri Pedroso

 

 

Veja em: Fanpage Laércio Luiz: https://www.facebook.com/laercioluizartes e Evento Exposição Laércio Luiz: https://www.facebook.com/events/590762337668716/

Serviço Exposição

O quê: Exposição “A Eterna Procura da Cidade Azul”,

Quando: 6.2., 19h30 (abertura). Até 9.3.2014, terça a sexta, 10h às 18h; sábados e domingos, 10h às 16h

Onde: Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Sousa, praça 15 de novembro, 227, Centro, Florianópolis (SC), tel.: (48)  3028-8091

Quanto: Gratuito

Serviço Oficina Pigmentos Naturais

O quê: Oficina Pigmentos Naturais

Quando: 19.2.2014: duas turmas – 9h às 12h e 14h às 17h

Quem: Educadores da rede pública de ensino

Onde: Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Sousa, praça 15 de novembro, 227, Centro, Florianópolis (SC), tel.: (48)  3028-8091 ou 9670-9642 (com Paloma)

Quanto: Gratuito, com limite de 25 alunos por turno

Serviço – Conversa com artista 

O quê: Conversa com artista, curador e equipe criativa

Onde:  Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Sousa, praça 15 de novembro, 227, Centro, Florianópolis (SC), tel.: (48)  3028-8091

Quando: 19/02/2014, 18h às 21h

Quem: Educadores, artistas e interessados

Quanto: Gratuito, sem necessidade de inscrição.

Contatos:

Laércio Luiz (48) 9600-2602/3234-9191 (ateliê) [email protected]  Face: laercioluiz

Franzoi (47) 9652-3630

Paloma Brum (48) 9670-9642 [email protected]  skype: pa.brum

Assessoria de imprensa   NProduções Néri Pedroso (jorn.) [email protected] Skype: neripedroso Face: Néri Pedroso (48) 9911-9837/3248-4158

No Labirinto pig. natural sobre tela Foto Guilherme Dimatos _Pigmento Natural sobre tela Foto Guilherme Dimatos

      

Deixe uma resposta